. CAMOCIM ONLINE: MINISTÉRIO DA SAÚDE CORTA VERBA DE CHAVAL
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

quarta-feira, 29 de junho de 2011

MINISTÉRIO DA SAÚDE CORTA VERBA DE CHAVAL

O Ministério da Saúde suspendeu o repasse de dinheiro público federal a 337 cidades brasileiras, onde o ministério identificou irregularidades por parte das secretarias municipais de saúde, responsáveis diretas pela execução dos programas. Na lista estão 13 cidades do Ceará: Barbalha, Catunda, Chaval, Fortaleza, Iguatu, Jardim, Jucás, Missão Velha, Morada Nova, Santa Quitéria, São Benedito, Sobral e Tauá. De acordo com o Diário Oficial da última segunda-feira (27), ficam suspensos os repasses para 293 equipes do Programa Saúde da Família, 275 equipes de Saúde Bucal e 2.135 agentes comunitários de saúde por duplicidade de cadastro no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES).
Os municípios citados deixarão de receber a parcela do incentivo correspondente às equipes e agentes que apresentaram problemas. A transferência dos recursos deve ser restabelecida quando os gestores locais comprovarem ao Ministério da Saúde que as inadequações foram solucionadas.
Lá vou eu: Nada é tão ruim que não possa ficar pior. Chaval já não tinha saúde que prestasse, agora, com essa, diz "te arreda".

Postado por Tadeu Nogueira às 06:32h
Com informações do G1 CE

6 comentários:

Ayla Sousa disse...

FORTALEZA E SOBRAL...? NOSSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

O dissonante. disse...

O corte de verbas prejudica, mais uma vez, a população carente. Quando será que essas pessoas terão condições de ter um sistema de saúde no qual as suas necessidades sejam atendidas? Acho que nunca. Se depender desses administradores corruptos, os carentes amargaram essa situação de penúria do "berço" ao túmulo(ou vala comum).

emanuel sousa disse...

Por enquanto justiça sendo feita, só através de noticiarios, mas logo logo ela também chegará por estas bandas, e tratando se de camocim fica até mais fácil a justiça por as mãos nos santinhos pois camocim só tem uma saída e ainda passa em frente ao quartel da polícia, a não ser que NOÉ esteja fazendo uma arca prá fugir com sua cambada, tomara que quando alguém gritar "a arca de NOÉ já vai partir" eles em fuga livre, não batam a arca na pedra do "MERO", senão teremos um naufrago histórico.

eguadetroia disse...

Observando o comentário de emanuel souza, acrescentaria que o fato seria cômico se não fosse trágico. Trágico porque pressupõe que as comunidades estão pagando um preço alto demais por suas escolhas equivocadas de gestores públicos. Entendo que as autoridades fiscalizadoras competentes, no caso o Ministério Público, já que os Legislativos destas Edilidades são comprometidos e ‘comem na mão’ dos Gestores. No caso específico de Chaval em particular, se constitui num ‘monstrengo’ da sociedade. Ali a Prefeita, quando candidatou-se na eleição de 2008, o fez em descumprimento da Legislação Eleitoral, sem se afastar da função de servidora pública municipal. Para obter êxito em seu propósito, deu sumiço em uma das provas, o livro de ponto. Outras foram argüidas. A Justiça Eleitoral da Zona admitiu o Registro mesmo com as anomalias, mas o TRE caçou por unanimidade o registro de candidatura e conseqüentemente o mandato dela. Numa manobra jurídica, uma Liminar foi conseguida em Brasília e até hoje perdura. Com um histórico desses não seria difícil se prever a forma de administrar.

genilson disse...

Concordo plenamente com as opiniões citado acima, isso que vem ocorrendo em Chaval é uma má administração que só pensa em crescer a família Pacheco, isso é um absurdo, espero que a população de Chaval, acorde porque ta amargando nas mãos da família Pacheco isso é uma vergonha.

anamariapm1 disse...

Aqui em Sobral não é diferente, votos são trocados por empregos e não exite a figura do concurso público. O que resulta no total descomprometimento com o atendimento.
Agora vem essa de inregularidade na saude.
Fica uma pregunta: Será que foi por isso e outras que o ex. prefeito foi desterrado para Brasilia?
Tenho muita inveja de Santa Ana do Acaraú. Pois lá o povo é consciente de seus direitos e o ministério público honra a sua função!
Parabéns Dr. Igor Pereira. Sou sua fã!!!!!!!