segunda-feira, 1 de agosto de 2011

ATÉ QUANDO? PREFEITURA DE CAMOCIM NÃO MONTA TORRE E CIDADE CONTINUA SEM SINAL DE TV

 TORRE ESTÁ PRONTA, MAS 
EMPRESA SÓ ENTREGA SE PAGAREM
SINAL DA TV ASSEMBLEIA ESTARIA EM LISTA DE CENSURA  

Desde o início do mês de maio de 2011 que a população de Camocim não tem acesso aos sinais da TV Record, SBT, Rede TV e TV Assembleia, entre outras. A torre antiga foi desmontada por motivo de segurança, após laudo do órgão estadual que cuida do setor. Foi aí que entrou a Prefeitura de Camocim com a promessa de que mandaria fazer outra torre enquanto a antiga estava sendo desmontada. Acontece que até o momento não apareceu torre alguma, sendo que no último dia 27 de junho, um dos responsáveis pela manutenção da mesma veio a público, através do Programa Grande Jornal, apresentado pelo radialista Zezinho Silva, na Pinto Martins 98,7, FM, com a promessa de que o serviço voltaria ao normal a partir do dia 08 de Julho, inclusive com a entrada da TV Bandeirantes e Rede Vida. Essa teria sido mais uma promessa feita a ele, pelo Secretário de Infraestrutura do Município, que por sua vez nunca falou sobre esse assunto em nenhum órgão de imprensa, mesmo ele sendo reconhecido como alguém que sempre "brigou" pelos direitos do povo, pelo menos antes de ter sido eleito vereador e agora nomeado secretário. Aí parou o "gás". 

Agora pasmem: Segundo informações obtidas pelo blog, a torre está "prontinha da silva", mas não teria sido montada ainda por dois motivos: 1°- A empresa que fez o serviço não consegue receber o pagamento. 2° - Existiria uma ordem do palácio real exigindo que a torre até fosse montada, desde que sem o sinal da TV Assembleia, responsável, entre outras coisas, pelas transmissões das sessões legislativas que  apresentam e aprovam projetos em prol da população cearense. Além de censura, isso seria uma forma de evitar que o povo tenha acesso à informação. Enquanto isso, segue o drama da maioria esmagadora da população, que sem condições de ter um parabólica ou Sky, como certamente o Rei deve ter, e de sobra, fica sem mais esse lazer numa cidade que não possui cinema, teatro e muito menos respeito ao seu povo por parte do poder público. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:03h

5 comentários:

washington disse...

O Prazo novo prazo estipulado é para 31 de fevereiro....!!

francisco wilson de oliveira disse...

Tem um ditado que diz:"TODA DESGRAÇA PARA POBRE É POUCA"" mas sou toalmente contra qualquer discriminação e entendo que as injustiças nesse Pais só vai melhorar quando o povo brasileiro tomar consciencia politica dos seus direitos e começar a cobrar com rigor das leis em cima daqueles que tem o dever de cumprir com a obrigação no cargo que ocupa.VAMOS ACORDAR POPULAÇÃO E COBRAR MESMO POIS A FORÇA DO POVO COM A IMPRENSA NÃO TEM QUEM POSSA.

Rocha disse...

a unica saida é "ESTUDAR PRA ARRANJAR UM EMPREGO DESCENTE" pra comprar suas coisas e nao depender de prefeitura, só o que as pessoas tem aqui sao esses canais de tv e mais nada e ainda o governante nao provém isso, é uma LÁSTIMA, e ainda quando se tem oportunidade de estudar os alunos nao comparecem como aconteceu recentemente no liceu.
depois nao estudam e nao tem dinheiro nem pra comprar uma mísera parabolica e ficam se humilhando por sinal de prefeitura. sei que é obrigaçao da gestao municipal prover esse sinal de tv mas isso nao quer dizer que você vai ficar de braços cruzados esperando por prefeitura pra assistir tv. estude pra nao ficar mendigando coisas de prefetura. é obrigaçao dela prover serviços publicos mas nao faz. no começo eu falei pra você estudar pra conseguir bom emprego mas aqui nao tem emprego nem ruim muito menos bom. entao estude e se tiver oportunidade de ir para uma cidade mais desenvolvida tipo sobral ou fortaleza aproveite e vá o mais rapido possivel, porque aqui nao tem futuro pra quem estuda. isso foi mais um desabafo que um comentario.

desconhecido disse...

Isso já me tirou do sério, ontem a transmissão do futebol tava um lixo!!!Até quando teremos que esperar para termos um sinal de qualidade, gostaria e pedir para nossos gestores usarem o mínimo de bom senso para que este problema seja solucionado já, e a população tenha acesso ao direito que lhe cabe.

Carlos Augusto P. Santos disse...

Breve estarei postando no "Camocim Pote de Histórias", como a questão era tratada nos anos 1980. O negócio parece não progredir no cmapo das idéias e das ações. Vocês verão!!!!