quarta-feira, 4 de abril de 2012

POSTOS DE SAÚDE DE CAMOCIM SERÃO FISCALIZADOS PELO GOVERNO FEDERAL

O Ministério da Saúde inicia este mês a avaliação de desempenho nas unidades básicas de saúde do país. Cerca de 17 mil equipes de profissionais que trabalham nessas unidades, incluindo as de Camocim, vão ser avaliadas até julho. Quem for bem avaliado, terá direito a receber o dobro de recursos. As regras para o censo de avaliação serão divulgadas hoje (4) pelo ministério. Elas incluem as condições de infraestrutura do local, a qualidade do serviço prestado, o desempenho dos médicos e de outros profissionais de saúde e o atendimento e acompanhamento dos pacientes. Os critérios de avaliação são: excelente, bom, regular ou insuficiente. A pasta reservou cerca de R$ 800 milhões para repassar como verba extra às unidades que tirarem boas notas. Com a avaliação, o governo federal quer incentivar a melhoria do atendimento nas unidades básicas de saúde e desafogar os hospitais e prontos-socorros. Resta saber a nota que Camocim receberá após tal fiscalização, pois dos requisitos exigidos, nenhum, segundo informações da própria população, funciona na realidade. Das faltas mais graves, está a falta de médicos na grande maiorias das unidades de saúde da cidade. 
Postado por Tadeu Nogueira às 13:02h
Com informações da Agência Brasil

Um comentário:

Ayla Sousa disse...

Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii... Agora quebrou que torou dentro! Fico pensando aqui o PSF do bairro Brasília, não tem médico, enfermeira respondendo por tudo, agente de saúde que mal visita o povo....! Eita! Esse governo inventa cada uma né? Dá é raiva dessas coisas, NANNNNNNNNN!