sexta-feira, 20 de setembro de 2013

GONY ARRUDA PODERÁ FICAR INELEGÍVEL ATÉ 2022

Na tarde desta quinta-feira (19), o órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará acatou o recebimento de duas Ações Penais contra o deputado Gony Arruda pelas acusações de calúnia, difamação e injúria praticadas contra o atual Prefeito de Granja Romeu, Aldigueri no ano de 2012. É que o deputado e ex-secretário de Esportes Gony Arruda, após tomar conhecimento de que o deputado Sérgio Aguiar manifestou-se no Plenário da Assembleia Legislativa repudiando a má gestão de seu pai, Esmerino Arruda, à frente da prefeitura de Granja, passou a ofender a honra de Romeu Aldigueri em sua página do Facebook e em entrevista na rádio Vale do Coreaú. Ressalte-se que a manifestação do Deputado Sérgio Aguiar fazia referência a uma investigação por parte do Ministério Público Federal acerca de desvio de verbas da Prefeitura de Granja por parte de Esmerino Arruda para a conta de uma sobrinha de Gony no Estado do Rio de Janeiro. 
O relator de ambos os processos, Desembargador Abelardo, entendeu que havia fortes indícios da prática dos crimes na conduta do deputado Gony Arruda em ofender a honra de Romeu Aldigueri. A decisão do relator foi seguida por unanimidade na corte do TJ/CE. 
Caso venha a ser condenado até outubro de 2014 em ambos os processos, Gony pode pegar uma pena conjunta que varia de 02 a 08 anos de reclusão, podendo ainda ficar impedido de disputar as próximas eleições em razão da condenação criminal por órgão colegiado, se enquadrando assim na Lei da Ficha Limpa pelo período de 8 anos. Pode ficar ainda impedido de ocupar qualquer cargo público na Administração Pública no mesmo prazo, ou seja, poderá ficar fora da vida pública até pelo menos o ano de 2022.
Lá vou eu: Que fase essa do Deputado Gony Arruda. Além desse "nó", tem outro, referente ao processo investigativo do MPC e TCE, sobre indícios de irregularidades na Secretaria de Esporte, cujo secretário até pouco tempo era o dito Gony Arruda. Era, porque o mesmo foi exonerado do cargo pelo governador, logo que o escândalo saiu na mídia. Pra fechar, tem ainda o caso do candidato a deputado novato que anda "virando" até fiscal de quarteirão, que antes votava em Gony Arruda. Para amenizar a coisa, seria bom o deputado aproveitar pra mergulhar 3 vezes no mar de Copacabana durante o Réveillon. 
Postado por Tadeu Nogueira às 07:01h

Um comentário:

Anônimo disse...

É o ocaso da família Arruda. depous de dominar Granja por mais de quarenta anos o herdeiro dessa nefasta família ver o poderio do patriaca ruir por terra como um castelos de cartas. Mas pensando bem, ninguém vai perder nada por esse pulha sair da vida política. Ele é um zero à esquerda. Já sai tarde.