. CAMOCIM ONLINE: EMPRESA DE COMPRA PREMIADA APLICA GOLPE DE R$ 1 MILHÃO NO CEARÁ
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

sábado, 17 de outubro de 2015

EMPRESA DE COMPRA PREMIADA APLICA GOLPE DE R$ 1 MILHÃO NO CEARÁ

Cerca de 100 pessoas registraram queixa na Delegacia Regional de Tauá, nos últimos dois dias, dizendo que foram vítimas de um golpe aplicado por uma empresa que oferecia consórcios de motocicletas. As vítimas são de Aiuaba, onde mais de 500 pessoas aderiram ao contrato. Segundo as vítimas, os representantes da ´Eletrofácil´passavam de casa em casa oferecendo os consórcios. 
A empresa era sediada em Campos Sales e tinha um escritório na Rua Otônio Andrade, em Aiuaba. Quando os clientes suspeitaram que estavam sendo enganados, o escritório fechou. A princípio, a proposta parecia boa: os contratantes pagavam parcelas que iam de R$ 100 a 300, dependendo do tipo de moto que escolhessem, e só pagariam as mensalidades até quando fossem sorteados. Alguns receberam o bem, mas com o passar do tempo, os prêmios não foram mais entregues. A Polícia disse que a fraude está clara e que não se tratava de um consórcio convencional, mas de um sistema de pirâmide, que já causou outras confusões no comércio. 
"É claro que no fim iria faltar capital para movimentar o negócio. Os primeiros receberam as motos para atrair mais gente e os que ficaram para o fim foram enganados. Quem ficou por último arcou com os prejuízos", explicou o delegado-adjunto da Delegacia Regional de Tauá, João Pereira.  
Ele disse que esteve em Aiuaba e apreendeu documentos e um computador, no escritório que está abandonado. Segundo o delegado, a quadrilha age também em Campos Sales, Jucás, Assaré e Potengi.  "Quem ainda estiver pagando, pedimos que pare. Eles são criminosos”. João Pereira disse que identificou quatro pessoas que teriam envolvimento com o esquema. "Pediremos a prisão preventiva deles o mais rápido possível. É muito improvável que o dinheiro seja recuperado, porque dificilmente estelionatários têm bens em seus nomes, mas vamos detê-los para que não enganem mais ninguém". O delegado disse que os suspeitos estão sendo investigados por estelionato e associação criminosa.
Postado por Tadeu Nogueira às 10:27h
Com informações do DN

1 comentários:

Anderson Alves disse...

I as que tinha em camocim que enganaram o povo tambem