. CAMOCIM ONLINE: 11 MORTES: FORTALEZA REGISTRA MAIOR CHACINA DE SUA HISTÓRIA
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

11 MORTES: FORTALEZA REGISTRA MAIOR CHACINA DE SUA HISTÓRIA

Onze mortes em um intervalo de três horas e meia, assassinados em quatro comunidades de Fortaleza. Todos do sexo masculino — sete deles com idade entre 16 e 19 anos. Sete pessoas ficaram feridas. O massacre na Grande Messejana, registrado na madrugada de ontem, é a maior chacina da história da Capital. Para a Polícia, existem pelo menos três linhas de investigação. A apuração dos casos foi determinada como prioridade para a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 
Entre as linhas investigadas, a morte do soldado Valterberg Chaves Serpa, 32, na última quarta-feira, 11, assassinado ao defender a mulher em uma tentativa de assalto. Ele foi o 13º policial assassinado este ano no Ceará, segundo levantamento da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar no Ceará.
A prisão de Carlos Alexandre Alberto da Silva, 38, na terça-feira, 10, é outra corrente apurada. Segundo a Polícia, o homem, conhecido como Castor, portava um fuzil e uma pistola utilizados na chacina da Comunidade da Cinquentinha, no Jardim das Oliveiras, no dia 30 de outubro. Três pessoas foram mortas. Para a Polícia, ele pode ter ordenado a execução de seus delatores.
A terceira linha de trabalho aponta para retaliação pela execução de Lindemberg Vieira Dias, na tarde de quarta-feira, um dia após deixar a Unidade Prisional Desembargador Adalberto de Oliveira Barros Leal, na Caucaia, onde estava preso por tráfico de drogas.
Postado por Tadeu Nogueira às 09:25h
Com informações do Jornal O Povo

1 comentários:

alberto t disse...

Essa mesma bandidagem ja mataram este ano 14 pais de familias profissionais da seguranca publica, como 's chama isso.