. CAMOCIM ONLINE: EM MAIORIA, PAREDÕES INFERNIZARAM POPULAÇÃO DE CAMOCIM NO CARNAVAL
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

EM MAIORIA, PAREDÕES INFERNIZARAM POPULAÇÃO DE CAMOCIM NO CARNAVAL

PORTARIA DO JUIZ FOI 
"ATROPELADA" PELOS INFRATORES
Cinco idosos prostrados, residentes na Rua Quintino Bocaiúva com Rua Riachuelo, foram as vítimas-símbolo do abuso dos paredões durante o carnaval de Camocim. Mesmo com uma portaria expedida pelo Juiz Antônio Washington em vigor, determinando a imediata apreensão de equipamentos sonoros em caso de perturbação do sossego alheio durante os 4 dias de folia, que estivessem em locais e horários não liberados por decreto municipal, a poluição sonora reinou em toda a cidade. 
Não faltou combate por parte da polícia, mas a guerra era desigual. Eram dezenas de paredões contra pouquíssimas viaturas. Além disso, relatos dão conta que, nos casos flagrados de som alto, o policiamento pedia o desligamento do equipamento, sendo esse religado quando a viatura saía do local. Virou enxugamento de gelo. 
A expectativa, diante dos inúmeros casos de paredões que perturbaram a população, é que tenha sido bastante alto o número de apreensões, procedimento determinado na portaria do magistrado. Quanto aos cinco idosos prostrados citados acima, a informação partiu de uma vizinha, que disse também que o som era de um veículo, de pessoas de outra cidade, que haviam alugado uma casa ao lado, para o período do carnaval, mas que vieram à cidade apenas para perturbar a rua, já que não arredaram os pés do imóvel durante todo o carnaval. Segundo ela, foram inúmeras as ligações denunciando o absurdo, mas que somente na terça (último dia de carnaval) à tarde, apareceu uma viatura. Ainda segundo ela, não houve apreensão. O dono do carro foi apenas advertido, com o som ficou mais baixo. Nas redes sociais, pipocaram os relatos sobre paredões abusando do som, de norte a sul, leste a oeste da cidade. E vem aí o sábado de aleluia. Que Deus nos acuda.
Postado por Tadeu Nogueira às 11:00h

0 comentários: