. CAMOCIM ONLINE: CÂMARA DESAPROVA CONTAS DE R$ 6 MILHÕES ILEGAIS DE CHICO VAULINO
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

segunda-feira, 25 de abril de 2016

CÂMARA DESAPROVA CONTAS DE R$ 6 MILHÕES ILEGAIS DE CHICO VAULINO

Por 11 votos a 4, a Câmara de Camocim, em sessão legislativa realizada nesta segunda-feira (25), manteve mais um parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que desaprovava as contas de governo do ex-prefeito Chico Vaulino, referentes ao exercício financeiro de 2006. Com mais essa derrota no legislativo, Chico Vaulino segue liderando o ranking dos políticos mais sujos do estado. 
Chico Vaulino, além de estar inelegível, e sujo perante o TCM, com 6 contas desaprovadas até o momento, em 8 anos de mandato (falta julgar as contas de 2012), também responde a mais de 20 processos por improbidade administrativa, esses na justiça, na esfera estadual e federal.   
O parecer, que já havia sido acatado uma vez por 2/3 dos votos do legislativo, como determina a legislação, foi contestado na justiça comum por Chico Vaulino, que alegou não ter tido direito a ampla defesa. A justiça então determinou uma nova votação. 
E por que a "preocupação especial" com essas contas, já que ele teve outras 6 desaprovadas, sendo considerado atualmente um dos políticos mais sujos do estado do Ceará, com vários processos em tramitação na justiça estadual e federal?   
Acontece que, em março de 2012, o Ministério Público Estadual protocolou uma denúncia-crime junto ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) contra o então Prefeito Chico Vaulino, por apresentar graves irregularidades nessas contas de 2006.  Conforme consta no documento remetido ao TJ-CE, o gestor utilizou a quantia de aproximadamente R$ 6 milhões sem amparo legal para isso. Votaram a favor das falcatruas de Chico Vaulino: Vereador Juliano Cruz (PSD), Vereador Júlio César (PSD), Vereador Ricardo Vasconcelos (PSD) e Vereador Sidney Bolinha (PR). Curiosamente, mesmo tendo alegado não ter tido direito à ampla defesa, Chico Vaulino evitou ser notificado e sequer enviou um advogado para defendê-lo na sessão. 
Postado por Tadeu Nogueira às 13:00h
Foto: Vando Arcanjo

0 comentários: