. CAMOCIM ONLINE: COMBATE AO AEDES: O JUSTO CONTINUA PAGANDO PELO PECADOR EM CAMOCIM
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

terça-feira, 17 de maio de 2016

COMBATE AO AEDES: O JUSTO CONTINUA PAGANDO PELO PECADOR EM CAMOCIM

A Secretaria de Saúde de Camocim deveria se posicionar publicamente, de forma mais incisiva, sobre que atitude deve ser tomada pelo cidadão que suspeita da existência de focos do mosquito Aedes Aegypti no quintal do vizinho. Relatos dão conta que casas abandonadas ou que o dono nunca está no local, não são vistoriadas por Agentes de Endemias, por falta da autorização de acesso. 
Sendo assim, já deveria, há tempos, existir uma lei, municipal ou estadual, que permitisse, em nome da saúde pública, a entrada dos agentes em imóveis desse tipo. Agora se existir a lei, e não estiver sendo utilizada, então o justo está pagando pelo pecador. 
Citando um exemplo, fomos informados que na Rua da República, ao lado da Policlínica Coronel Libório, há pessoas diagnosticadas com dengue, sendo que o foco estaria em uma residência cujo acesso está sendo dificultado. Moradores da área, que fazem seu combate diário ao mosquito, como manda a cartilha, já pediram providências, mas até agora, quase nada teria sido feito na prática. Na guerra contra o mosquito, o trabalho deve ser de equipe, pois se um cidadão não fizer sua parte, quem tanto fez vai acabar virando vítima. 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:29h

3 comentários:

Wellington disse...

aqui na rua Fortaleza bairro Coqueiros tem um terreno cheio de focos do mosquito, o dono não faz nada pra prevenir e os agentes nunca foram na cada dele tentar convence-lo a fazer alguma coisa

HELP disse...

Amigo Tadeu infelizmente estamos a mercê deste maldito mosquito, moro na rua Benjamin Constante esquina com Antônio Zeferino veras, vizinho minha casa tem um terreno onde funcionava um depósito de material reciclável, o dono foi embora mais deixou um acúmulo de lixo (prato cheio para proliferação do mosquito) já falamos pros agente de endemias e nada, eles não entram lá, fomos na secretaria de saúde e nos informaram que não podiam fazer nada, pois se tratava de um terreno particular, nós moradores é que tínhamos de ir atrás do dono pra fazer a limpeza do local, vê se pode!!enquanto isso estamos aqui rezando pra não sermos picados!!

Carlos Santos disse...

Em Sobral existe uma lei que contempla isso, caro Tadeu