. CAMOCIM ONLINE: VILLA DEL MAR PRAIA HOTEL - NOTA DE ESCLARECIMENTO
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

sábado, 10 de setembro de 2016

VILLA DEL MAR PRAIA HOTEL - NOTA DE ESCLARECIMENTO

Achava que a nota de repúdio era usada para mostrar indignação, aversão e desprezo e agitar a opinião pública para causas altamente severas, entre as quais: uma guerra, homicídios, terrorismo, questões políticas, etc, e não para uma motivação tão banal como uma regra de um hotel, situação que podia simplesmente ser resolvida falando com o responsável. 
O autor dessa nota de repúdio está agindo de má-fé, com a intenção de prejudicar e denegrir nosso hotel, contando fatos distorcidos, sem se importar de prejudicar uma empresa que está aberta em Camocim há mais de 08 anos, gerando emprego e renda para a cidade. Agiu sem pensar aos funcionários dessa empresa, que até hoje vivem dignamente com suas famílias, mas que por consequência, poderiam ser prejudicados.
Essa publicação gerou comentários bastante ofensivos e preconceituosos (o objetivo era esse mesmo) por parte de pessoas que, sem saber o outro lado da versão, se aproveitaram dessa situação e demonstraram a maldade que trazem consigo.
Fomos contatados por telefone pela Sra.Letícia no dia 02 (dois) de agosto a respeito desse evento. Respondemos via e-mail, enviando nosso pacote para ensaio fotográfico, valores e demais especificações. Fomos contatados novamente por ela somente no dia 18 (dezoito) de agosto. Nessa ocasião respondemos que não tinha mais disponibilidade devido ao fato de ter reservas de hospedagem e outro grupo de confraternização no dia 28 de agosto.
No mesmo dia 18 de agosto, vieram ao hotel três homens vestindo uniforme de um escritório de advocacia de Camocim, perguntando sobre a possibilidade de trazer esse mesmo grupo para ensaio fotográfico. Foi falado também para eles que não era possível, pois não teria como bem atender a todos, mas na ocasião repassamos todas as informações.
Acontece, às vezes, que pequenos grupos (5 ou 6 pessoas), comparecem sem efetuar reservas para realizar ensaios fotográficos de casamento ou de gestante ou ainda book de 15 anos, entre outros. Nesses casos o hotel cobra uma entrada de R$ 10,00 (dez reais) por pessoa, com direito também a entrar na parte reservada somente para hóspedes, área ideal para tirar fotos bonitas por conta de ser uma área particular, bem plantada e agradável.
Isso para esclarecer que esse ingresso de R$ 10,00 (dez reais) existe e aplicamos sempre nos casos citados acima e não “ao perceber um grande número de pessoas” como está afirmando o Sr. Wendell na sua desrespeitosa e exagerada nota de repúdio.
O ingresso de R$ 5,00 é para o visitante comum que quer somente passar o dia tomando o banho de piscina, consumindo uma comida de qualidade em um ambiente tranquilo, limpo e bem cuidado; que não ocupa de forma permanente os 4 banheiros para se maquiar,  trocar de roupa, arrumar cabelo...etc.; que não ocupa mesas e mesas para colocar malas, bolsas, chapas, roupas etc.; que tira as próprias fotos sem pedir para os outros visitantes se afastar, e não bloqueia a passagem dos outros hospedes com tripé, sombrinhas etc.
Essas são as motivações para as quais decidimos trabalhar com pacotes de forma organizada, tendo em vista o bem estar e o respeito com nossos hóspedes, assim como um atendimento de qualidade quando nos é solicitado o espaço para fotografias.
O ingresso é cobrado na entrada, e na ocasião é sempre explicado para o cliente o que está incluso, dependendo do caso. O cliente é livre de escolher se quer usufruir dos nossos serviços ou não. Isso aconteceu também para a 12º turma de Direito da Faculdade Luciano Feijão.
Algumas pessoas dessa turma pagaram a entrada de R$ 5,00 (cinco reais), pois não comunicaram que iriam fazer o ensaio fotográfico. Ao chegar o restante do grupo que se identificou, foram avisados e como não concordaram com nossa norma, resolveram não ficar e assim ninguém pagou a entrada de R$ 10,00.
O Villa Del Mar é um hotel e como qualquer outra comunidade tem que ser organizado, por isso precisa ter regras. Uma turma de 73 (setenta e três) pessoas, que vem sem reservar, mesmo sabendo que o hotel estava lotado, é claro que tem a intenção de questionar e criar problemas.
Por todo exposto, este estabelecimento hoteleiro vem tornar público esta nota de esclarecimento, para que seja garantido o direito de resposta, haja vista que a publicação emitida pelo Sr. Wendell possui uma série de inverdades, com intuito de prejudicar a imagem do Villa Del Mar, que conta com 8 (oito) anos de mercado e nunca teve problemas dessa natureza, buscando sempre qualidade no atendimento e a melhor comodidade possível para seus clientes.
Camocim, 10 de setembro de 2016 
A direção do Villa Del Mar Praia Hotel
Clique AQUI para acessar a publicação que gerou essa nota de esclarecimento. 

11 comentários:

Cassiano disse...

Sou frequentador das instalações do Hotel, e posso garantir um ótimo atendimento e hospitalidade por parte daqueles que trabalham lá. Essa nota de repúdio, que fala em má fé do hotel em aumentar abruptamente o preço das entradas, é estranho, pois a má fé parece que partiu também do grupo de formandos que não seriam simples clientes, pois iriam tirar fotos para sua formatura e consequentemente utilizar o hotel de outra forma. Sabedores das regras, tentaram dar uma de desentendidos.

J.marcos M. disse...

Analisando as duas situações e sendo imparcial, percebo, primeiramente, uma falta de comunicação entre ambas as partes, vez que seria evitado tal ''caos''.
Eu, como estudante da lei, percebo algumas falhas das partes
1 – no código de proteção e defesa do consumidor, Art 6* incs. II e III diz: são direitos básicos do consumidor:
II - a educação e divulgação sobre o consumo adequado dos produtos e serviços, asseguradas a liberdade de escolha e a igualdade nas contratações
III – a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresente.

Segundo a nota de esclarecimento foram repassadas as informações via E-mail para a Sra. Letícia no dia 02/08 e no dia 18/08 para ‘’três homens vestindo uniforme de um escritório de advocacia de Camocim’’. Logo descaracteriza qualquer irregularidade quanto aos incisos citados acima.

2 – Na Constituição Federal em seu quinto artigo e inciso V diz:
é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem.
Por tanto o Hotel Villa Del Mar tem direito constitucional de requerer direito de resposta à medida que se sentir lesado, como também ressarcimento por danos morais.

3 - também consta no Código Penal Brasileiro em seu artigo 139 que diz:
Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação
Fato que ocorreu, uma vez que houve publicidade contra a reputação da empresa

Considerações finais: sou consumidor desta empresa, não tenho contato direto com o dono ou seja, não o conheço pessoalmente, no entanto a verdade dos fatos precisa realmente ser esclarecida, já que tomou proporções muito grandes e a reputação da empresa ficou bastante comprometida, quanto aos formandos, deveriam ter buscado um diálogo amistoso e não tomado decisões precipitantes.

J.marcos M. disse...

Analisando as duas situações e sendo imparcial, percebo, primeiramente, uma falta de comunicação entre ambas as partes, vez que seria evitado tal ''caos''.
Eu, como estudante da lei, percebo algumas falhas das partes
1 – no código de proteção e defesa do consumidor, Art 6* incs. II e III diz: são direitos básicos do consumidor:
II - a educação e divulgação sobre o consumo adequado dos produtos e serviços, asseguradas a liberdade de escolha e a igualdade nas contratações
III – a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresente.

Segundo a nota de esclarecimento foram repassadas as informações via E-mail para a Sra. Letícia no dia 02/08 e no dia 18/08 para ‘’três homens vestindo uniforme de um escritório de advocacia de Camocim’’. Logo descaracteriza qualquer irregularidade quanto aos incisos citados acima.

2 – Na Constituição Federal em seu quinto artigo e inciso V diz:
é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem.
Por tanto o Hotel Villa Del Mar tem direito constitucional de requerer direito de resposta à medida que se sentir lesado, como também ressarcimento por danos morais.

3 - também consta no Código Penal Brasileiro em seu artigo 139 que diz:
Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação
Fato que ocorreu, uma vez que houve publicidade contra a reputação da empresa

Considerações finais: sou consumidor desta empresa, não tenho contato direto com o dono ou seja, não o conheço pessoalmente, no entanto a verdade dos fatos precisa realmente ser esclarecida, já que tomou proporções muito grandes e a reputação da empresa ficou bastante comprometida, quanto aos formandos, deveriam ter buscado um diálogo amistoso e não tomado decisões precipitantes.

Unknown disse...

Villa Del Mar já fui como visitante e fui atendido com qualidade e respeito. Tem toda credibilidade este estabelecimento.

irene sousa disse...

O villa del mar está sendo injustiçado com essa nota,pois se trata de uma empresa séria e preocupada com o bem estar de seus frequentadores.

irene sousa disse...

O villa del mar está sendo injustiçado com essa nota,pois se trata de uma empresa séria e preocupada com o bem estar de seus frequentadores.

irene sousa disse...

O villa del mar está sendo injustiçado com essa nota,pois se trata de uma empresa séria e preocupada com o bem estar de seus frequentadores.

Vanusa Rodrigues disse...

O Problema desse Hotel é uma Gringa chamada de ROZELLA. Só pensa em grana. gananciosa e deselegante. escraviza seus funcionários

René disse...

Minha irmã tem uma empresa de eventos ja fizemos fotos ai. Tudo tranquilo e organizado. Inclusive indicamos para outras empresas. Sem sentido essa nota de repudio, lamentável.

Vanusa Rodrigues disse...

Gostaria de saber se só são permitidos Comentários que elogiam esse Hotel. Não é permitido nenhuma Crítica???/ Patrocinador?????

Anna disse...

Os momentos que estive a frequentar Hotel Villa Del Mar fiquei encantada com o pronto atendimento. Uma empresa para garantir a qualidade dos seus serviços precisa estabelecer regras e cabe ao cliente saber respeitá-las.