quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

APROVADO EM 8 VESTIBULARES DE MEDICINA ISOLOU CELULAR E INTERNET

A ficha de Ângelo Thomaz Duarte Cavalcante, 20, não caiu. Apesar de ainda não acreditar, ele fará em breve sua matrícula no curso de medicina da USP (Universidade de São Paulo). Segundo ele, que estudou todo o ensino médio em escola pública, as principais estratégias adotadas foram duas: muito treino e deixar de lado o celular e as redes sociais.
A receita parece ter dado certo. Dos 13 vestibulares que prestou, foi aprovado em outras sete instituições. E ele ainda aguarda confiante o resultado da seleção da Unicamp. 
Ao todo, foram dois anos de cursinho desde que terminou o ensino médio, em 2013. Mas ele pegou firme mesmo durante o ano passado. "Para render melhor nos estudos desativei o Facebook, mudei o número do whatsapp, desativei as notificações e só usava o celular para ler mensagens dos grupos do cursinho. Na hora de estudar, eu deixava o celular longe, mas nunca fui muito viciado também. Além disso, eu treinava muito. Fazia uma redação por semana, simulados e fiz muitas provas anteriores dos vestibulares", relembrou.
Lá vou eu: O exemplo foi dado. Você pode até não passar em 8, como Thomaz fez, mas a probabilidade de passar em algum fica bem maior se fizer o mesmo que ele.  
Postado por Tadeu Nogueira às 09:35h
Com informações do UOL

Nenhum comentário: