terça-feira, 14 de março de 2017

CHAVAL: EM MENOS DE 2 MESES, CÂMARA APROVA E ANULA SELEÇÃO JÁ HOMOLOGADA

A Prefeitura Municipal de Chaval abriu inscrições, no dia 24 de Janeiro deste ano, para um processo seletivo em todos os níveis de escolaridade. Foram oferecidas 170 vagas com vencimentos entre R$ 937 e R$ 7 mil reais. As inscrições custaram entre R$ 30 e R$ 60. Após as fases que constavam em edital, houve a homologação e convocação dos aprovados. 
O certame, como determina a lei, foi aprovado por 6 votos a 3 pela Câmara de Vereadores. O placar corresponde ao número de parlamentares da situação (6) e da oposição (3). 
Nesta segunda-feira (13), um requerimento de autoria do Vereador Onofre Magalhães, cunhado do Prefeito Sebastião, foi aprovado pelo mesmo placar de votos, 6 a 3, só que dessa vez, pasmem, anulando a seleção. A situação agora votou contra, e a oposição, a favor. Em seu requerimento, o nobre Vereador Onofre alega, entre outras coisas, que não há legislação no município de Chaval prevendo a contratação temporária, o que dificultaria a fiscalização por parte do legislativo. 
Essa estranha e tardia descoberta do Vereador Onofre ocorre quando muitos dos 170 aprovados já estavam trabalhando. Já à boca miúda, corre na cidade que a mudança de atitude tem a ver com discordâncias sobre a forma como o Prefeito Sebastião aprovou alguns candidatos, "desagradando" interesses de seus vereadores. Por outro lado, também comentam que resolveram anular após descobrirem que a maioria dos aprovados seria de outras cidades. Para ter efeito, a anulação do certame tem que ser sancionada pelo Prefeito Sebastião. Caso isso aconteça, será o primeiro grande vexame administrativo de uma gestão que surgiu com a dura missão de levar dias melhores para os Chavalenses. 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:06h

Nenhum comentário: