terça-feira, 4 de julho de 2017

TIRO DE GUERRA COMPLETA 100 ANOS EM CAMOCIM

E vem do Blog Camocim Pote de Histórias, do Professor Carlos Augusto, excelente matéria relacionada aos 100 Anos do TG em Camocim. Segue o texto: 
Realizou-se na noite desta segunda-feira (03), Sessão Solene na Câmara Municipal de Camocim, alusiva ao Centenário do Tiro de Guerra 10.001. Na oportunidade foram lidas mensagens ao Tiro de Guerra, aos Diretores do TG (prefeitos e ex-prefeitos) e Atiradores. 
Sobre o conceito do que seria um Tiro de Guerra (TG), poderíamos dizer que é “uma experiência bem sucedida entre o Exército Brasileiro e a Sociedade Brasileira, representados pelo poder público municipal e os milhares de cidadãos brasileiros que ingressam nas fileiras do Exército anualmente. Essa parceria perene e edificante, juridicamente celebrada por intermédio de convênios, está enraizada na história e formação do povo brasileiro por mais de 110 anos e tem profundas ramificações na sociedade em que é inserida”.
Essa experiência em nosso município é também mais do que centenária. Esta semente foi plantada por um vereador da Câmara Municipal de Camocim no distante ano de 1912, quando por sua iniciativa, fundou o Tiro de Guerra Infantil. Deste modo, as relações entre o poder legislativo e a instituição militar são longínquas, trazendo para a juventude, a oportunidade de servir a pátria e realizar o alistamento militar obrigatório. Um ano depois, em 1913, a revista “O Malho” destacava em fotografia uma formação do então Tiro de Guerra 213, que era associado à Confederação de Tiro Brasileiro. Posteriormente foi renumerado para Tiro de Guerra 250 e finalmente, 10.001.
Temos, portanto, em nossa cidade uma tradição verde-oliva secular que despertou vários de nossos jovens a seguirem em suas fileiras e desenvolverem carreira militar no Exército, como:
Cleto Potiguara Veras (General); Haroldo Sanford Barros (Coronel reformado); Heraldo Sanford Barros (Segundo Tenente); Júlio Veras (General); Murilo Veras Fontenele (General); Oliver Carneiro Ramos (General); Onofre Muniz Gomes de Lima (General); Tércio Veras (Segundo Tenente) e Bibiano Pessoa Chaves (Segundo Tenente), só para citar estes.
O Tiro de Guerra de Camocim, portanto é uma instituição militar ligada ao Comando da 10ª Região Militar, (o mais antigo) que prepara jovens para a reserva de 2ª categoria do Exército. Por outro lado, destina-se “também a atender a instrução e possibilitar a colaboração do serviço militar inicial, por parte dos jovens em Camocim, colaborando para fixar esses jovens em sua sede e reduzir o êxodo rural, tornando o TG um polo difusor do civismo, da cidadania e do patriotismo, preparando munícipes esclarecidos sobre os problemas locais, interessados nas aspirações e realizações de sua comunidade e integrados na realidade nacional, visando à formação de futuros líderes comunitários e, preparando o reservista a desempenhar tarefas limitadas, na paz e na guerra, nos quadros de defesa territorial e interna, ação comunitária e defesa civil.
Carlos Augusto Pereira dos Santos
Historiador
Conheça o Blog Camocim Pote de Histórias AQUI

Nenhum comentário: