quarta-feira, 25 de outubro de 2017

EM 10 MESES, GRANJA JÁ REGISTRA QUASE O TRIPLO DE HOMICÍDIOS DE 2016

De janeiro até a presente data, o número de homicídios em Granja já beira o triplo em relação a todo o ano de 2016. O município de 54 mil mil habitantes já registrou 10 assassinatos contra quatro de todo o ano passado. O aumento já chega a 150%. 
Com apenas 49% da população residindo na zona urbana, os crimes ocorrem, na sua grande maioria, na zona rural, com a rixa sendo um dos motivos mais recorrentes. Recentemente, na comunidade de Ipueiras, próximo à localidade de Ubatuba, um homem matou, a golpes de facão, dois irmãos, sendo que um deles era seu próprio sogro. O motivo teria sido uma pensão alimentícia em atraso. Grande parte dos casos vem sendo solucionada, como esse de Ipueira, com o acusado sendo preso poucas horas depois.  
Os 10 homicídios de Granja já se aproximam dos 11 registrados até o momento em Camocim, cidade vizinha com quase 63 mil habitantes, cuja população urbana chega a 75% do total. Os assassinatos em Camocim são mais atribuídos a conflitos envolvendo a comercialização de drogas. Ao contrário de Granja, em Camocim, o índice de crimes violentos que resultou em morte caiu 100% em relação ao mesmo período de 2016. 
O Comando da 3ªCIA/3ºBPM, sediado em Camocim, que cobre as cidades de Camocim, Chaval, Barroquinha, Granja e Martinópole, vem fazendo um trabalho preventivo e ostensivo na região, porém, no caso da rixa, principalmente envolvendo famílias, motivação que vem impulsionando as ocorrências em Granja, uma espécie de "bola de cristal" seria preciso para prever o próximo crime. 
Postado por Tadeu Nogueira às 12:46h

Nenhum comentário: