. CAMOCIM ONLINE: QUASE R$ 2 MILHÕES: OBRA DE CRECHE ABANDONADA REVOLTA GRANJENSES
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

QUASE R$ 2 MILHÕES: OBRA DE CRECHE ABANDONADA REVOLTA GRANJENSES

Mais um registro de obra abandonada em Granja. Dessa vez a denúncia, em forma de foto, foi enviada pelos moradores do Bairro São Francisco, justamente no dia do santo, comemorado nesta quarta-feira (04), que por sinal tem uma estátua bem na frente do desmando. 
Também conhecido como Barrocão, o bairro aguarda, desde 2015, a conclusão do que deveria ser uma Creche Pré-Escola, cujos recursos repassados à Prefeitura de Granja pelo Governo Federal, chegam a quase R$ 2 milhões de reais. 
O "esqueleto", cuja foto fala por si, junta-se assim a outros dois, mostrados em matérias recentes do blog, no que deveria ser uma quadra coberta, na localidade de Tabuleiro e outra em Timonha, um dos maiores distritos do município. O início da construção da Creche do Bairro São Francisco foi anunciado, como sempre, com muita festa nas redes sociais. 
"Na internet, Granja é uma cidade perfeita. Duvido que mostrem isso nas redes sociais dos poderosos da cidade. O povão teme mostrar a realidade. O medo impera em Granja. Quem ousar denunciar o que está errado, paga caro. Jamais dirão aos mais necessitados, que precisam de uma creche nesse bairro, onde foi parar o dinheiro enviado", disse um morador. 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:40h

4 comentários:

vivianelima oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcio Sousa disse...

Abram o olho camocinense,é só fachada a realidade de quem mora em granja é das piores,atendimento péssimo nos posto de saúde,e quando consegui atendimento o remédio prescrito nunca tem

vivianelima oliveira disse...

O gato comeu. Tenho certeza que o dinheiro desse desvio de verba publica não está na conta de nenhum granjense honesto. Evanmar.

anonimo disse...

abram o olho granjenses, cobrem, vocês tem direito