. CAMOCIM ONLINE: SOLDADO DA PM LIDERAVA QUADRILHA QUE TENTOU FRAUDAR CONCURSO DE AGENTE
E-mail tadnogueira@hotmail.com
Telefones (88) 99603-4531 (88) 98814-0779
Endereço Rua Zeferino Veras, 301 - Centro Camocim - Ceará - Brasil CEP 62.400-000

terça-feira, 3 de outubro de 2017

SOLDADO DA PM LIDERAVA QUADRILHA QUE TENTOU FRAUDAR CONCURSO DE AGENTE

O soldado licenciado da PM Glaudemir Ribeiro do Nascimento, 35, é considerado pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) o líder da quadrilha que tentou fraudar a prova do concurso de Agente Penitenciário, aplicada no domingo (01), em Fortaleza. Ele seria responsável por fazer a prova e, em seguida, passar o gabarito ao também PM Albanir Almeida Vasconcelos, 32, e ao guarda municipal de Fortaleza Aurélio Moraes da Silva, 35. Ambos também estão presos.
Os dois repassavam, via ponto eletrônico, as respostas aos candidatos beneficiados. Segundo a Polícia Civil, de tão minúsculos, os equipamentos precisaram ser retirados dos ouvidos dos presos em uma unidade de saúde.
Três pessoas presas seriam beneficiadas pelo esquema. Eles teriam pago por volta de dez vezes o valor do salário inicial do concurso prestado. No caso da prova para agente penitenciário, a remuneração base é de R$ 3.747,29. Assim, por cada “cliente” neste concurso, o trio faturaria em torno de R$ 37 mil.
De acordo com a Draco, a quadrilha liderada por Claudemir já teria arregimentado candidatos interessados no concurso do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), marcado para janeiro.
Tudo indica que o grupo trabalhava junto há pelo menos dez anos”, explica Harley Alencar, delegado titular da Draco. As investigações começaram há um mês. 
Contra Glaudemir já havia dois inquéritos na Controladoria Geral de Disciplina (CGD). Em um deles, ele teria se passado por outra pessoa no teste de aptidão física, parte do concurso para a Guarda Municipal de Caucaia. Na casa dele, a Polícia encontrou vasto material de estudo com o qual se preparava para “fechar” as provas.
Postado por Tadeu Nogueira às 10:45h
Com informações do Jornal O Povo 

3 comentários:

Elton Silva disse...

Iai,o governador vai fazer oque agora,em relação quem estudou pra caralho,e fica por 1ponto numa materia fuleragem que nem essa de informatica.

Pedro Paulo Félix disse...

O correto seria um novo concurso em nome das milhares de pessoa que estudaram, dedicando em tempo integral. Anular e fazer um novo concurso em honra da dignidade da pessoa humana artigo 1 inciso III constituição em prol das pessoas prejudicadas.
Ate porque quem garante que foram pegos todos??? alguém saiu gabaritado e aprovado através da fraude, da desonestidade desses bandidos natos.

fabio pereira felix disse...

O correto seria um novo concurso em nome das milhares de pessoa que estudaram, dedicando em tempo integral. Anular e fazer um novo concurso em honra da dignidade da pessoa humana artigo 1 inciso III constituição em prol das pessoas prejudicadas.
Ate porque quem garante que foram pegos todos??? alguém saiu gabaritado e aprovado através da fraude, da desonestidade desses bandidos natos.