quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

CAMOCIM: POLÍCIAS CIVIL E MILITAR ELUCIDAM PRIMEIRO HOMICÍDIO DE 2018

O primeiro homicídio de 2018, tendo como vítima Antonio Carlos de Oliveira Albino (à direita na foto), de 23 anos, morador do Bairro Olinda, ocorrido nesta terça-feira (09), em Camocim, foi elucidado horas depois pela Polícia Civil e Polícia Militar.  Carlos, como era conhecido, foi assassinado a golpes de facão em sua residência.  
No local, Policiais Militares encontraram a casa toda revirada, com sinais de luta corporal, mas também dando a impressão de que o assassino esteve procurando algo. A vítima, envolvido com drogas, recebeu um corte profundo no lado esquerdo do rosto, chegando à nuca, além de uma perfuração nas costas. O Delegado da Polícia Civil também esteve no local do crime, que seria uma "boca de fumo", colhendo informações de populares, ficando assim à frente das investigações. 
Diante do trabalho investigativo, que contou com a participação da Polícia Militar, a Polícia Civil prendeu Jhony Carvalho de Lima, vulgo "Véi" (à esquerda na foto), de 21 anos, também morador do Bairro Olinda, após ser delatado por um indivíduo detido horas antes por uma equipe da Força Tática Motos (FTM), como sendo o principal acusado da morte de Carlos. 
A autoria do crime foi negada por "Véi", mas as fortes evidências levaram o Delegado Herbert Ponte e Silva a determinar sua autuação e prisão por homicídio qualificado. 
O acusado, segundo ele próprio, era o "melhor amigo" da vítima. De acordo com policiais, "Véi" chegou a chorar de joelhos quando viu o corpo do "amigo".  Carlos teria mostrado ao seu algoz, na noite anterior, uma arma e drogas que mantinha em casa. 
O roubo desses dois itens teria motivado o bárbaro crime. Nem a arma, nem as drogas, foram encontradas ainda pelos policiais envolvidos no caso. De acordo com o Major Eduardo de Sousa, a rapidez na resposta à sociedade mostra a importância do trabalho realizado em parceria. 
Postado por Tadeu Nogueira às 14:38h

Nenhum comentário: