terça-feira, 29 de maio de 2018

GRANJA: AMBIENTALISTA É EXPULSO DA PREFEITURA AO TENTAR AGENDAR AUDIÊNCIA COM PREFEITO

O Ambientalista Inácio Rocha de Araújo Júnior, fundador da Associação Granjense de Proteção ao Meio Ambiente (AMA), ao tentar, nesta segunda-feira (28), segundo ele, protocolar uma audiência com o vice-prefeito Guilherme Gouveia, que se encontra em exercício do cargo de chefe do executivo, a respeito da segurança pública, irregularidades na estação de tratamento de resíduos líquidos hospitalar e uma provável criação de uma Secretaria "fantasma" de Meio Ambiente, foi recebido com truculência por dois funcionários, com um deles afirmando que Guilherme Gouveia não o receberia. 
Na ocasião, de acordo com Inácio Rocha, conhecido como "Jota", um dos procuradores do município, agindo como "segurança", ordenou que a Guarda Municipal o colocasse para fora do prédio. 
Após ser retirado à força,  "Jota" procurou a Delegacia de Polícia Civil para registrar um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO).  A forma violenta com a qual trataram Inácio Rocha não tem sido novidade em Granja. 
A cidade vive sob censura velada de imprensa. Moradores evitam criticar a administração por medo de represálias. Muitos relatam perseguição a partir de seus perfis nas redes sociais, chegando à vida real com ameaças. 
O recado tem sido claro e dado sempre que algum granjense externa descontentamento com a gestão. Ontem foi apenas mais uma demonstração de como anda a coisa na cidade. O caso foi gravado em vídeo (AQUI) e está viralizando nas redes sociais.  
Postado por Tadeu Nogueira às 11:10h

Um comentário:

Carlos Evanmar Moreira disse...

O senhor feudal,Romeu Aldigueri, tem Granja como sua propriedade particular. Ele se considera o Rei Sil, Luís XV. Só ele é o dono da verdade e que ninguém o ousa contrariar.