quinta-feira, 3 de maio de 2018

GRANJA: ANUNCIADO COMO RODOVIÁRIA, GALPÃO DE FEIRANTES SEGUE ABANDONADO

Construído na Era Esmerino Arruda, o que era para ser um moderno galpão de feirantes, nunca vingou como tal, sendo transformado, desde cedo, em mais um elefante branco.  
Durante sua campanha para prefeito, em 2012, Romeu Arruda prometeu que aproveitaria a estrutura para construir um Terminal Rodoviário. Chegou até mesmo a divulgar uma maquete. 
Passados 6 anos da promessa, o galpão que, ironicamente, fica em frente à Prefeitura Municipal, continua sem serventia, abandonado, simbolizando o desperdício de dinheiro público e a falta de compromisso do herdeiro político da Oligarquia Arruda no âmbito municipal, afinal, mesmo depois de ter deixado o poder, em dezembro de 2016, Romeu Arruda segue sendo visto como o "prefeito de fato" de Granja. 
E para não fugir à regra que se repete há mais de 50 anos, na prefeitura, atuando como prefeita apenas de direito, está um membro da família, no caso, sua sobrinha, Amanda Arruda, escolhida após Romeu ter sido impedido de se candidatar pelo TRE nas eleições passadas. 
Com mais essa promessa não cumprida, Granja, do alto de seus 163 anos de emancipação e mais de 55 mil habitantes, segue sem possuir um Terminal Rodoviário, algo básico para qualquer município, sobretudo quando é mostrado como "modelo" de administração por quem o governa. Os passageiros embarcam e desembarcam em uma esquina, ao relento. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:28h
Foto: Tadeu Nogueira 

Nenhum comentário: