quarta-feira, 23 de maio de 2018

OPERAÇÃO PRENDE PAI E FILHO EMPRESÁRIOS POR FRAUDE EM LICITAÇÕES

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), e a Polícia Civil cumpriram nesta terça-feira (22), mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em Fortaleza e Pacajus, dentro da terceira fase da Operação Cascalho do Mar, que investiga fraudes em licitações. 
Foram presos na ação os empresários Francisco Dager Mourão de Albuquerque e Wendel Felício de Albuquerque, que são, respectivamente, pai e filho. 
Os dois são investigados por atuarem como líderes de organização criminosa que fraudava procedimentos licitatórios para prestação de serviços diversos em prefeituras cearenses.
Pai e filho já foram alvos da Operação Linha Amarela, desencadeada em 2015, pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal por suposta prática de fraudes em licitações para contratação e execução de serviços de transporte escolar e locação de veículos.
De acordo com as investigações do Ministério Público, a organização criminosa era formada por vários integrantes que criavam empresas, ora como proprietários ora como procuradores, e usavam “laranjas” para omitir seus nomes na razão social de algumas firmas. O objetivo era fraudar licitações em prefeituras cearenses.
Segundo a investigação da PROCAP, muitas empresas não tinham sequer patrimônio nem funcionários, que só eram contratados após a conquista das licitações. 
Postado por Tadeu Nogueira às 12:48h
Com informações do MPCE

Nenhum comentário: