sexta-feira, 8 de junho de 2018

CHICO VAULINO DEPÕE NA PF SOBRE DESVIO DO FUNDEB NA SUA GESTÃO

Quem está na Superintendência da Polícia Federal do Ceará, na manhã desta sexta-feira (08), sendo ouvido na Delegacia de Combate à Corrupção e  Crimes Financeiros, sobre desvios ocorridos no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), durante sua gestão, é o Ex-Prefeito de Camocim, Chico Vaulino. 
A rotina de Chico Vaulino tem sido ser intimado, depor e tentar se defender de dezenas de ações protocoladas contra ele em várias esferas do judiciário. Outro dia mesmo ele estava em Sobral, sendo ouvido por um Juiz Federal sobre desvio de verba da Funasa. 
Mais recentemente, a Comarca de Camocim, através do Juiz Saulo Gonçalves, determinou, por meio de liminar, no montante equivalente a R$ 50 mil reais, a indisponibilidade dos bens e bloqueio de suas contas bancárias, atendendo pedido do Ministério Público Estadual, que o acusa por improbidade administrativa.
De acordo com a denúncia, no ano de 2011, Chico Vaulino deixou de aplicar cerca de R$ 1.250.000,00 na educação, para que chegasse aos 25% determinados por lei federal. A ação foi protocolada em 2016.
Em outra decisão, o Juiz Saulo Gonçalves, acatando dessa vez pedido da Prefeitura de Camocim, em ação protocolada em 2015, determinou também a indisponibilidade dos bens e bloqueio das contas bancárias de Chico Vaulino, dessa vez no montante de R$ 1.152.170,93, por danos graves aos cofres do Município de Camocim, segundo relatório da Tomada de Contas Especial apresentado pela Fundação Nacional de Saúde (FUNASA). Oriundo de verba federal, esse valor tem que ser devolvido por Chico Vaulino ao município.  
De acordo com o relatório, Chico Vaulino não aplicou a verba no sistema de esgotamento sanitário do município. Quanto à sua administração, dos 8 anos em que governou Camocim, foram 7  de contas desaprovadas.
Entre os processos envolvendo grandes somas com indícios de desvio, está o que investiga a não aplicação de mais de R$ 1 milhão de reais na conclusão do Hospital Municipal, obra deixada inacabada e abandonada por ele quando saiu do cargo em 2012.  A verba era da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará. Chico Vaulino continua não sabendo explicar à justiça onde foram parar tantos milhões. A previsão é que mais decisões judiciais, todas em busca da recuperação dessa dinheirama pública toda, continuem saindo. 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:38h 

Um comentário:

Carlos Evanmar Moreira disse...

Será a idade que não deixa o coitado se lembrar das falcatruas praticadas durante sua desastrada administração? Todo esse dinheiro desviado do povo deve está em alguma conta minha ou de algum parente meu e eu não sei. Duvido que o blogueiro desqualificado publique essa matéria no seu blog chifrim.