terça-feira, 26 de junho de 2018

CONSÓRCIO DE SAÚDE DEVE ÁGUA, LUZ E TELEFONE DA UPA DE CAMOCIM

Em maio deste ano, a Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas de Camocim passou a ser gerida pela Prefeitura Municipal .  
Dessa forma, toda e qualquer dívida contraída antes disso pertence ao antigo gestor, ou seja, o Consórcio Público de Saúde, presidido pelo Prefeito de Martinópole, Júnior Fontenele. 
Em meio a essas dívidas, e não são poucas, ficaram as contas, acredite, de água, luz e telefone, referentes ao mês de abril. 
Mesmo sabendo de tais pendências, o Consórcio Público vem se fazendo de "mouco". Ofícios já foram enviados relatando tais contas. De volta, nada além do silêncio. 
O "modus operandi" também é utilizado em relação a outras pendências que já estão virando calote. Entre elas, a rescisão não paga até agora dos demitidos. 
A denúncia sobre o não pagamento da luz, água e telefone da UPA de Camocim foi feita pelo Vereador César Veras (PDT), durante sessão legislativa realizada na última quinta-feira (21). Os Vereadores Erasmo Gomes e Juliano Cruz, defensores dos desmandos do Consórcio de Saúde, não contestaram a informação. Ficaram calados. 
César Veras aproveitou para defender uma intervenção no Consórcio de Saúde, alegando as inúmeras e graves denúncias envolvendo a instituição. O Ministério Público já foi acionado. 
Postado por Tadeu Nogueira às 10:41h

2 comentários:

Carlos Evanmar Moreira disse...

Como é sempre comentado aqui. O blogueiro que come as custas do Chico Vaulino e do ditador de Granja, Romeu, não escreve uma linha sobre o assunto.

Carlos Evanmar Moreira disse...

Enquanto isso o blogueiro medíocre que geralmente contesta as publicações verdadeiras do Camocim online, geralmente para agradar seus aceleradores Chico Vaulino e o ditador Romeu, não escreve uma linha sequer sobre a referida denúncia sempre usando de mentiras e calúnias para esconder a verdade.