terça-feira, 19 de junho de 2018

UPA DE GRANJA: SALÁRIO PAGO COM ATRASO E A MENOR REVOLTA SERVIDORES

Os servidores da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas de Granja já adquiriram hipertensão, de tanto que já foram massacrados. 
Como se não bastasse o calote que muitos estão sofrendo, por seguirem sem receber seus direitos relativos à demissão em massa quando muitos ainda eram contratados do Consórcio Público de Saúde de Camocim, presidido pelo Prefeito de Martinópole, Júnior Fontenele, os que foram readmitidos, dessa vez por uma cooperativa, cujo contratante é a Prefeitura de Granja, amargaram outra má notícia.  
Com calendário de pagamento fixado no dia 5 de cada mês, mesmo que raramente tenham recebido em dia, os servidores foram pagos, neste mês, somente nesta segunda-feira (18). 
O que deveria ser alívio, principalmente para quitar contas atrasadas, virou pesadelo. É que o salário, além de atrasado, veio a menor. 
Segundo uma fonte do blog, teve Enfermeiro, por exemplo, recebendo R$ 700 a menos. Vários outros funcionários também foram lesados. Muitos, da cota do acordo com Chico Vaulino, que moram em Camocim, estão revoltados. 
Enfim, se correr, o Consórcio Público não paga, se ficar, a Prefeitura de Granja paga atrasado e a menor. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:45h

2 comentários:

eliane m p souza disse...

E os vigilantes ainda nada de receber salarios.
Estao com três meses de salários atrasados

Mulher gato disse...

Bem feito pra largarem de ser besta ! E ficar correndo atrás desse falso desse romeu e dessa falsa Amanda prefeita sem futuro .