terça-feira, 10 de julho de 2018

CONSÓRCIO QUEBRADO

Segue abaixo artigo publicado pelo Jornalista Macário Batista no Jornal O Estado: 
Faz tempo, prefeituras do Ceará resolveram que poderiam melhor gerir seus sistemas de saúde, juntas. Aí, criaram-se os consórcios de saúde. Reúnem-se prefeituras e formam um grupo para dar conta de melhorar aquilo que o SUS não faz, ou faz pela metade. 
Assim foi criado o consórcio de saúde reunindo Camocim, Granja, Martinópole, Barroquinha e Chaval. De vez em quando há um rodízio e um prefeito é eleito presidente do dito cujo. O último foi o senhor Júnior Fontenele, prefeito de Martinópole. Quebrou o consórcio. 
A administração foi tão desastrada que não se acredita que tenha sido coisa dele, mas de assessores incompetentes. Se puxou ao pai, não foi culpa dele. O consórcio da região ficou tão esculhambado que, se alguém precisar de um confete ou de um "pedacim" de serpentina para uma higiene, servindo de papel higiênico, não tem. 
Então, uma vez quebrado o consórcio demite médicos e acaba com serviços que serviam às populações. Mas, como tudo no mundo tem um sentido, viu-se logo que tinha arrumação por baixo do angu; criaram-se cargos comissionados para protegidos por gente interessada em valores e empregos e o povo que se...exploda!!!
Macário Batista

Um comentário:

Carlos Evanmar Moreira disse...

O blogueiro medíocre do blog desacreditado não publica essas verdades. Porquê será?