sábado, 11 de agosto de 2018

VEREADOR ERASMO PODE SER CASSADO POR INFIDELIDADE PARTIDÁRIA

A Procuradoria Regional Eleitoral do Ceará está pedindo ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Ceará a cassação do mandato eletivo do Vereador Erasmo Gomes, de Camocim, por ato de infidelidade partidária. 
Erasmo, segundo a Procuradoria Regional Eleitoral, desfiliou-se de forma irregular do Partido da República (PR) em julho último para ingressar no Partido Social Liberal (PSL). Apesar de estar na vida política há menos de 6 anos, Erasmo já mudou 3 vezes de partido. 
O vereador, também conhecido como "menino do rio", que costuma frequentar as sessões legislativas armado de pistola, é candidato a deputado federal. 
Na cidade ele é cabo eleitoral do candidato a deputado estadual Romeu Arruda, além de ser líder da bancada da oposição, representando o Chico Vaulino, ex-prefeito que tem 7 contas desaprovadas, está com contas bloqueadas e bens indisponíveis pela justiça e responde a mais de 20 processos na esfera estadual e federal.  
O relator do pedido de cassação no TRE-CE é o Juiz Alcides Saldanha Lima. Em recente declaração, o Vereador Erasmo evitou atacar a Procuradoria regional Eleitoral. Por outro lado, partiu pra cima do suplente de vereador Antonio Sidney Bolinha, seu eventual substituto em caso de cassação. Visivelmente transtornado, o Vereador Erasmo chamou Bolinha, que é seu colega de grupo e abrigou suia candidatura em 2016 no PR, de "covarde" e "sacana". 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:29h
Com informações adicionais do Camocim Portal de Notícias

2 comentários:

Carlos Evanmar Moreira disse...

O cara que só anda armado é porquê só é valente por trás de uma arma.

Marlene Oliveira disse...

Nossa está queimado nome de Jesus