segunda-feira, 22 de outubro de 2018

COM MAIOR LITORAL DO CEARÁ, CAMOCIM CARECE DE LEI QUE GERENCIE SUA COSTA

Já comentamos no Camocim Online sobre o perigo da aproximação, cada vez maior, de pranchas de windsurf, da área de banhistas, principalmente na Praia das Barreiras. 
O colorido das velas e as manobras radicais atraem os olhares, mas também o risco de colisões. E foi o que aconteceu, felizmente, sem gravidade, recentemente. 
De acordo com uma norma da Marinha do Brasil,  embarcações utilizando propulsão a remo ou a vela poderão trafegar a partir de cem metros da linha de arrebentação das ondas.
A norma não inclui equipamentos de windsurf e kitesurf, porém, a mesma distância poderia ser exigida por meio de um plano municipal de gerenciamento costeiro. 
Tal medida visa, entre outras coisas, regulamentar a utilização municipal dos recursos existentes nos 62km de litoral de Camocim. 
Para que tal controle passe a existir, cabe à Prefeita Monica enviar um projeto de lei à Câmara Municipal. Até lá, pelo menos no que se refere aos velejadores, fica o apelo para o bom senso. Os banhistas agradecem. 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:12h

Um comentário:

antonioesimone antonioesimone disse...

Prancha de windsurf é café pequeno, a uns quinze dias atrás tinham três cavalos tomando banho na praia das berreiras.sendo que dos três cavalos só consegui contar dez patas.