sexta-feira, 5 de outubro de 2018

DEMISSÃO À VISTA!?

É cada vez maior a especulação em torno de uma possível demissão em massa, logo após a eleição, de funcionários da Policlínica e do Ceo Regional do Consórcio Público de Saúde de Camocim, presidido pelo Prefeito de Martinópole, Júnior Fontenele. A apreensão é grande entre os prováveis demitidos. 
Segundo uma fonte do blog, somente membros da cúpula, protegidos diretamente pelos prefeitos que apoiam Fontenele na presidência, ficariam.   
Utilizado pelo candidato e chefe político de Fontenele para empregar aliados políticos e indicados desses aliados, o Consórcio de Saúde está falido, devendo fornecedores, comprometendo serviços e com dívidas trabalhistas astronômicas. 
Recentemente, mais de 70 ex-servidores das Unidades de Pronto Atendimento 24 Horas de Camocim e Granja, demitidos sem receber seus direitos, acionaram o Consórcio de Saúde na Vara do Trabalho de Tianguá. As primeiras sentenças, favoráveis aos trabalhadores, já começaram a sair. O problema vai ser encontrar dinheiro no cofre para pagar tanta gente. 
A demissão em massa seria uma forma de tentar fazer caixa novamente, já que a folha de pagamento passou do limite há muito tempo. O mandato de Fontenele termina em dezembro. 
Já o rombo...
Postado por Tadeu Nogueira às 11:25h

Um comentário:

Carlos Evanmar Moreira disse...

Fontenele e Romeu: eita dupla de malas. Fala sério!