terça-feira, 2 de outubro de 2018

JERI PRIVATIZADA: PROJETO É SUSPENSO

Após o Ministério do Turismo anunciar que o Parque Nacional de Jericoacoara estaria entre as 11 unidades de conservação ambiental que vão conceder alguns serviços à iniciativa privada, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) administrador do equipamento afirmou que "o edital está temporariamente suspenso". 
A decisão ocorre em meio a impasse com a Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, que discorda da proposta e afirma que pretende acionar a Justiça contra a medida. O motivo da suspensão, no entanto, não foi informado.
O valor da entrada é um dos pontos questionados pelo prefeito do município, Lindbergh Martins. "Fica inviável para o turista pagar R$ 28 por dia quando já temos uma outra cobrança", expõe, destacando a taxa de turismo sustentável de R$ 5 por dia. 
De acordo com Ary Leite, procurador-geral de Jijoca de Jericoacoara, o município entrará com uma ação civil pública contra o plano. "Estamos ingressando, em Sobral, com uma liminar em caráter emergencial contra o processo de concessão até esta sexta-feira (5)", explica.
Postado por Tadeu Nogueira às 08:57h
Com informações do Jornal O Povo

2 comentários:

joão pessoa disse...

Eita... Com isso, acaba de vez com o direito de ir e vir do cidadão!!! Pra cobrar do cidadão, esquecem até a constituição!!! Acham pouco o que pagamos de impostos, agora até no nosso lazer, querem roubar...

Unknown disse...

Isso é Brasil,