quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

ÁUDIO DESMENTE VERSÃO DE JULIANO CRUZ E CONFIRMA DENÚNCIA DE MARCOS COELHO

Durante a sessão especial realizada na manhã de segunda-feira (10), que elegeu, por 9 votos a 4, o Vereador César Veras (PDT) Presidente da Câmara de Camocim para o biênio 2019-2020, a bancada da oposição voltou a bater boca entre si. 
O Vereador Marcos Coelho (PSDB) afirmou que contava com o apoio, para sua candidatura a presidente, dos vereadores Juliano Cruz (PSD), Júlio César (PSD), Ismael Pinheiro (PDT) e Oliveira da Pesqueira (PC do B), até poucos dias antes da eleição. 
Segundo ele, na reta final, o Vereador Juliano Cruz condicionou a confirmação final desse apoio a um encontro, foto e "bênção" de Romeu Arruda. 
Como não aceitou, Marcos disse que Juliano alegou não ser possível seguir com o apoio, pois isso resultaria na perda de vantagens, dele, de Ismael, Júlio e Oliveira, como empregos na Policlínica de Camocim e na Prefeitura de Granja, arranjados por Romeu. 
Em sua fala, o Vereador Juliano Cruz reagiu à denúncia, afirmando que Marcos Coelho não estava falando a verdade. "Meu compromisso sempre foi o de que votaria em Oliveira para presidente se ele fosse candidato", disse Juliano, que seguiu dizendo que nunca houve acordo para apoiar Marcos. Juliano desmentiu a pressão para que Marcos Coelho aceitasse o apoio de Romeu e, quanto aos empregos, fez de conta que nada ouviu. Vale lembrar que Oliveira era candidato desde maio deste ano.  
Na contramão do que disse Juliano Cruz sobre tudo isso, surgiu um áudio, ao qual o blog teve acesso com exclusividade, em que ele diz, direcionando a mensagem a Marcos Coelho, a quem ele chama de "MC", em um tom bastante amigável, que sua candidatura só será viável, se ele se encontrar com Romeu. O clima é de tanta descontração, que Juliano encerra a mensagem em inglês "canino". 
Segue trechos do áudio: "Ô MC, como é que você quer ser candidato...estou lhe aguardando....no nosso líder....pra gente bater o martelo meu filho. como é que eu posso votar em você sem o aval do meu deputado? Estou lhe aguardando aqui do lado da sua casa, cara. Come here, please (venha aqui, por favor)".  
Confira abaixo o áudio: 


Postado por Tadeu Nogueira às 11:16h

Nenhum comentário: