terça-feira, 22 de janeiro de 2019

MILITARES QUE DANÇARAM "JENIFER" RESPONDERÃO PELO ATO

A Marinha do Brasil abriu um procedimento administrativo para apurar um vídeo em que um grupo de militares aparece em um navio oficial dançando a música “O nome dela é Jenifer”, do cantor Gabriel Diniz, que virou um dos ‘hits’ deste verão.
Segundo a Marinha, a embarcação do vídeo é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, sediado no Rio de Janeiro, e os militares, durante a gravação, estavam no estágio de mar.
Lá vou eu: o cachê do Gabriel Diniz, que já fez apresentações em Camocim, agora dispara de vez. 
Sobre o ocorrido, achei ridículo, principalmente pela onda de nacionalismo que tomou conta do país nos últimos meses, exaltando a importância da defesa da pátria, do respeito aos símbolos, etc. Para piorar, o vídeo foi gravado por civis, de uma embarcação de passeio. 
No país onde boa parte dos fatos acaba caindo nas rede sociais e tratados na base da chacota, a Marinha não merecia tal exposição. A punição deve ser exemplar. 
Quer dançar? Dance na folga, sem expor ao ridículo uma farda criada para defender a nação. Não vou me admirar com grupinhos fantasiados de marinheiro, dançando desse mesmo jeito no carnaval. É Brasil! 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:45h
Com informações adicionais da Veja 

Nenhum comentário: