sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

"É DIFÍCIL AGUENTAR UM MENTIROSO FALANDO", DISPARA MARCOS COELHO CONTRA ERASMO

O recesso parlamentar de final de ano, incluindo Natal e Réveillon, parece não ter sido suficiente para esfriar o clima de guerra entre o Vereador Marcos Coelho (PSDB) e o Vereador Erasmo Gomes (PSL), ambos colegas de oposição. Imagine se não fossem. 
Pois é, 2019 começou e com ele mais um round de uma briga que promete ser longa. Em 2018, já quase no apagar das luzes, o tucano disse, com todas as vogais e consoantes, que Erasmo era um mentiroso. E foi além, afirmou que ele era "doutor na mentira", apelido que ganhou força na cidade. 
Nesta quarta-feira (30), durante uma sessão extraordinária convocada especialmente para votar o projeto enviado pela prefeita Monica Aguiar, autorizando um incentivo financeiro aos Agentes de Endemias, o qual foi aprovado por unanimidade, o Vereador Marcos Coelho discordou da decisão de sua própria bancada, após deixá-lo de fora da escolha do líder da oposição para os trabalhos legislativos dos dois próximos anos. 
Sem consultá-lo, seus "colegas" decidiram reconduzir o Vereador Juliano Cruz (PSD) à função. Marcos então passou a questionar a legalidade da decisão, argumentando ter sido ela contrária ao que diz o regimento interno e lei orgânica do município. 
Disse que Juliano não tem conhecimento do regimento interno, assim como Erasmo Gomes. 
Erasmo, por sua vez, passou a reclamar à Presidência da Câmara, do comportamento de Marcos Coelho. Foi aí que Marcos disparou em alto e bom som: "É difícil aguentar um mentiroso falando". O Presidente César Veras precisou intervir, soando o gongo e encerrando a sessão. O próximo round, aliás, sessão, acontecerá no dia 8 de fevereiro. 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:52h

Nenhum comentário: