quinta-feira, 14 de março de 2019

CAMOCIM: PROFESSORES FARÃO DIA D CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A oposição à proposta de reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro não vai ficar só no âmbito dos partidos de esquerda, mas também entre categorias. 
Os professores das redes estadual e dos municípios cearenses, por exemplo, vão realizar um Dia D contra a matéria, informa o presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo (foto), que, no último fim de semana, foi reeleito, em assembleia geral realizada na sede sindical, para mais quatro anos à frente dessa entidade. 
"Nós vamos oficiar ao Estado e a todas as secretarias municipais da Educação que vamos paralisar no próximo dia 22 contra essa proposta de 'Nova Previdência' que não passa de retrocesso", afirma Anízio. 
Essa paralisação, segundo o dirigente da Apeoc, terá caráter nacional, pois também será puxada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em educação (CNTE). 
Em Camocim, segundo contato do blog com o Professor Neudson Carvalho, Presidente da Apeoc local, os professores irão aderir ao movimento. 
Postado por Tadeu Nogueira às 10:45h 
Com informações adicionais da Coluna do Eliomar de Lima

Um comentário:

Bruno disse...

Os professores são formadas. Será que não entendem a necessidade da reforma?. Qualquer pessoa que tenha noção dede economia e previdência percebe que é necessário reformar. Independente de presidente A ou B.