sábado, 16 de março de 2019

GRANJA: 7 ANOS DEPOIS, AÇUDE GANGORRA VOLTA A SANGRAR

Nesta sexta-feira (15), o açude Gangorra, localizado no município de Granja, voltou a sangrar após sete anos.  
Construído em 1999, sobre o leito do riacho Gangorra, o Açude tem capacidade para 54,40 milhões de metros cúbicos. 
Ele é o responsável pelo abastecimento de Granja e distritos vizinhos.
Ainda em Granja, já na divisa com Chaval, o Itaúna começou a sangrar no início de março. 
Os dois açudes fazem parte da Bacia do Coreaú. Nela também estão sangrando o Diamantino II (Marco) e Tucunduba (Senador Sá). 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:30h
Foto: Mateus Ferreira 

2 comentários:

Zé Maria disse...

Ja dizia minha avó, Deus tarda mais não falta , água com abundância no nosso Ceará ,a riqueza do homem do campo ,água de vida .

BATISTA disse...

SO O LAGO DE CAMOCIM QUE NAO PEGA AGUA