segunda-feira, 8 de abril de 2019

QUADRILHA DO BPMA: EMPRESÁRIOS DE CAMOCIM E GRANJA ENTRE AS VÍTIMAS

Os nove policiais militares presos e afastados das funções no Batalhão da Polícia do Meio Ambiente (BPMA) de Sobral compõem uma "quadrilha", para o Ministério Público do Ceará (MPCE). 
Conforme documentos obtidos pelo Sistema Verdes Mares, o órgão acusatório apurou que o grupo criminoso que teria se constituído dentro da Polícia Militar do Ceará (PMCE) extorquia empresários em até R$ 20 mil e ameaçava os mesmos de apreender material, fechar estabelecimentos e ainda em prender ou matá-los.
Os promotores, com apoio do Coordenadoria de Inteligência Policial (CIP) da PMCE, elucidaram o 'modus operandi' do grupo e reuniram vários casos de abuso de autoridade praticados pelos militares na Região Norte do Estado.
A investigação encontrou ao menos 12 vítimas do suposto esquema criminoso. As empresas que teriam sido extorquidas atuam na extração mineral de areia e barro; extração de madeira; produção e comércio de carvão; produção de camarão; produção de pães; pesca de lagosta; extração mineral de pedras; terraplanagens; e transporte de entulhos. E estão localizadas nos municípios de Chaval, Camocim, Granja, Martinópole, Itarema, Cruz e Senador Sá.
Postado por Tadeu Nogueira às 10:23h
Com informações do DN

Nenhum comentário: