sexta-feira, 31 de maio de 2019

BARRA DO GURIÚ FECHADA PARA VEÍCULOS DE PASSEIO DE JERI

Teve início na manhã desta sexta-feira (31), o fechamento da travessia da Barra do Guriú para veículos de passeio de Jericoacoara. Carros de outros municípios, como os de Cruz, por exemplo, seguem liberados.  
O protesto, realizado por balseiros, guias e bugueiros de Camocim, é uma represália a uma decisão do Prefeito de Jijoca de Jericoacoara, Lindbergh Martins, que proíbe que bugueiros e guias turísticos de Camocim, Cruz e de qualquer outra cidade, fechem passeios a partir da Vila de Jeri. Só cooperativas e guias de Jeri poderão fazer isso. 
Ocorre que o roteiro vendido aos turistas, utiliza cerca de 80% do território de Camocim, começando pela Barra de Guriú.  
Segundo informações obtidas pelo blog, inúmeras reuniões já foram feitas no intuito de fazer com que o Prefeito Lindbergh recue e volte a permitir que bugueiros de Camocim possam fechar passeios a partir de Jeri. Todas foram em vão. 
Com o bloqueio da travessia, os turistas deixarão de visitar locais que, por muitas agências de turismo, são vendidos como sendo de Jeri, quando na verdade são de Camocim, tais como: Toboágua, Tirolesa, Lago Grande, Trilha do Mangue, Tatajuba, entre outros. 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:45h

15 comentários:

Unknown disse...

Uma situacao muito dificil

Unknown disse...

Uma situacao muito dificil

Unknown disse...

O carro em que eu estou foi parado na entrada do Guriù agora por volta de 10 da manhã e verificado se não era placa de Jijoca fomos liberados

SUELI disse...

E amanhã é o Preá q vai fechar 😌🍃

Marcos Silva disse...

Meus parabéns, já que os nossos não podem ir, TMB os de lá, não pode ter acesso ao nosso município.

Oração da Natureza disse...

Entrem com uma ação, para que sejam restaurados os direitos !
Tem espaço para todos e quem acaba perdendo e o Turismo e o Turista.
AC
Rio de Janeiro

Unknown disse...

Apoio eles
Estão certo👏

Zé Maria disse...

O Prefeito tinha que dar uma explicação ao povo o porque essa atitude ,o próprio Jeri vai perder com os turistas.

Fábio Martins disse...

Iniciativa louvável já que o município de Jijoca de Jericoacoara tira proveito das belezas naturais de Camocim como se fosse sua. Lei de Talião!

Daniel Arrais disse...

Medidas anti-liberais, como essa do prefeito de Jijoca, que restringem o empreendedorismo resultam nessas situações.
Medida protecionista sem fundamento.
Já no caso dos balseiros se houver dinheiro público ou concessão pública para que eles realizem a atividade eles não poderiam impedir o direito de ir e vir de quem vai se utilizar do serviço.

Unknown disse...

Meu Deus isso é Dolorido para tudo não pode acontecer assim

Unknown disse...

Com essa ação todos saiem perdendo tanto na ária comercial tanto na econômica, prejudica o desenvolvimento de todo território do litoral

Unknown disse...

Com essa ação todos saiem perdendo tanto na ária comercial tanto na econômica, prejudica o desenvolvimento de todo território do litoral

Camocim onlibe disse...

E só assim. Os turistas Todos vão ficar sabendo que guriu Tatajuba. Onde fica as belezas. De praias. Não pertence. A Jijoca de Jericoacoara. Assim como eles vendem os os pacotes. Incluindo. (Os) como se fosse de (jijoca de jeri). E não de camocim. O nosso Camocim é um ouro.de belezas naturais. Ok valeu galera

Francisco disse...

A prefeitura de Camocim junto com a câmara de vereadores deveriam tomar providências sobre Jeri dar os créditos à Camocim, é injusto eles venderem pacotes de passeio à turistas e celebridades sendo que segundo o blog 80% dos passeios é território de Camocim, enquanto isso Jeri historicamente vai só aumentando sua fama nacional e internacionalmente em cima de Camocim. Moral disso é que o turista ou celebridade que vem a Camocim acaba divulgando em suas redes sociais que veio apenas à Jeri e não à Camocim.