quinta-feira, 27 de junho de 2019

HOMEM É PRESO POR MATAR MULHER QUE ESTÁ VIVA E MORA COM ELE

Assim como eu, após ter lido a manchete acima, você deve ter dito: "É o cão que acredita". Mas é isso mesmo. 
Um mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte chamou atenção na quarta-feira, 26, por ter como alvo um vigilante que teria matado a esposa. Acontece que a mulher, além de estar viva, mora com ele.
O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que cumpriu o mandado e deteve o suspeito. Acionada pelo portal G1, a assessoria do Tribunal de Justiça do Estado explicou que, na verdade, o vigilante é acusado de tentativa de feminicídio. Só que o processo ainda consta no site do órgão como crime de feminicídio. Como vítima, aparece o nome da esposa do vigilante. A mulher, que está viva, é apontada como morta por feminicídio. 
Marido e esposa expressaram surpresa pelo caso. Segundo o casal, o único envolvimento dos dois com a Polícia foi há dois anos, quando, de fato, houve uma briga entre eles.  
"Foi uma briga de casal que já havíamos resolvido. Mas, pelo crime de feminicídio, isso não é justo. A prova é que estou aqui, viva", disse a mulher. O vigilante permanece preso. 
Lá vou eu: Imagino a cena da "defunta" visitando seu "assassino" na cadeia. 
É muita marmota! 
Postado por Tadeu Nogueira às 13:31h
Com informações do O Povo Online

Nenhum comentário: