quarta-feira, 26 de junho de 2019

MILITAR DE VOO PRESIDENCIAL PRESO COM 39 KG DE COCAÍNA NA ESPANHA

Um militar da Aeronáutica foi preso na terça-feira (25), por porte de drogas em uma aeronave militar no aeroporto da cidade espanhola de Sevilha, onde o presidente Jair Bolsonaro faria escala na viagem rumo ao Japão para participar de reunião de cúpula do G20 nesta semana. 
O militar era tripulante do voo que transportava a equipe avançada de Bolsonaro.
De acordo com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, o militar detido é suspeito de envolvimento no transporte de entorpecentes, e foi determinada a instauração de um Inquérito Policial Militar para apurar os fatos.
O militar foi interceptado durante um controle com 39 quilos de cocaína divididos em 37 pacotes em sua mala”, disse uma porta-voz da força policial em Sevilha.
De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o militar envolvido no caso seria um sargento da Aeronáutica da tripulação que assumiria o voo do avião reserva do presidente, o que levou o governo a mudar a escala europeia de Sevilha para Lisboa.
Postado por Tadeu Nogueira às 10:12h
Com informações da Exame 

2 comentários:

Zé Maria disse...

Se fosse no Brasil não dava em nada , o nome do Brasil la fora já não bom imagine com uma dessa .

Charleshow disse...

Isso é uma droga!...kkkkkkkk