segunda-feira, 29 de julho de 2019

HOSTELS E EXECUTIVOS POPULARIZAM PREÇOS EM JERI

Jeri conserva alguns mitos. Quem não conhece a praia in loco ou até conhece, mas nunca quis dissecar suas características de funcionamento, ainda sustenta a tese de que tudo é caro no lugar. 
Essa pecha existe desde as primeiras notícias sobre a vila virar point dos gringos. A tal carestia até que existe, mas já faz um tempinho que ela é opção e não a única opção. 
Podemos explicar essa mudança na hospedagem e alimentação, por exemplo. 
Se um casal quiser se hospedar em Jeri, dependendo da conta bancária, há opção de R$ 80 a R$ 1.500 a diária. A queda no preço deu-se pela "invasão" dos Hostels.   
Já sobre alimentação, foi-se o tempo em que os grandes restaurantes à la carte excluíam de seus chiques menus o simplório "prato executivo". Claro, nem todos aderiram, mas muitos já fizeram isso. 
E a escolha não foi pela beleza de servir um bife descansando em berço esplêndido sobre uma porção de macarrão, mas sim porque os pequenos restaurantes, que só trabalham com "executivo", passaram a ganhar agradar os gringos, não apenas pelo menor preço, mas pela qualidade da culinária caseira.  
Ou seja, como não puderam expulsar o "executivo", juntaram-se a ele. 
Com isso, come-se bem em Jeri, dependendo do local, com até R$ 14 reais, sem pagar comissão. Mas querendo e podendo, você poderá degustar uma peixada para duas pessoas, olhando o mar, sacando entre R$ 100 e R$ 150 reais, mais comissão. 
Enfim, para quem achava ser impossível visitar Jeri por ser "caro", uma boa pesquisa vai ajudar a conhecer a internacional praia sem gastar o que imaginava. 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:29h

Nenhum comentário: