sexta-feira, 30 de agosto de 2019

ASSASSINOS DE "MARCÃO" PEGAM MAIS DE 20 ANOS DE PRISÃO

O Tribunal do Júri da Comarca de Camocim condenou, na noite desta quinta-feira (29), após quase 12 horas de julgamento, no Plenário Deputado Murilo Aguiar, na Câmara Municipal, os acusados do homicídio de Marcos Antonio Barreto, de 41 anos, conhecido como "Marcão".  
As sentenças, lidas pelo Juiz Mikhail de Andrade Torres, que presidiu o júri, somaram mais de 40 anos. 

Francisco Edson da Costa dos Santos pegou 20 anos, 8 meses e 12 dias de prisão.  
Já Josué de Oliveira Silva, o "Josué dos Coqueiros", foi condenado a 24 anos, 2 meses e 12 dias. O regime de ambos será inicialmente fechado. O Promotor Evânio Filho esteve à frente da acusação.  
Sobre o Crime
"Marcão", que trabalhava como segurança particular em eventos, na cidade de Camocim, morreu no dia 2 de março de 2016, ao dar entrada na Santa Casa de Sobral, após levar 3 tiros no interior de sua residência, no Bairro Cidade com Deus, enquanto assistia televisão na sala. Ele foi atingido na perna, braço e abdômen.  
Os tiros foram disparados a partir da janela da residência, por Edson e Josué, que chegaram em uma moto. "Marcão" deixou esposa e três filhos.  
Postado por Tadeu Nogueira às 12:32h

Um comentário:

Carlos Augusto Trévia disse...

Quais foram os advogados de defesa e acusação que trabalharam neste julgamento?