terça-feira, 10 de setembro de 2019

ANSIEDADE, DEPRESSÃO E SUICÍDIO NO ENSINO MÉDIO DO CE

Professores e psicólogos apontam ansiedade, depressão, automutilação e suicídio como os principais transtornos mentais observados nas escolas de ensino médio da rede pública no Ceará. 
A constatação parte de depoimentos das vivências do dia a dia desses profissionais, tendo em vista a ausência de dados oficiais sobre o assunto.
"A gente fala com dados empíricos de que há uma sequência considerável de suicídios se consolidando. Não há registros. Além de muitos jovens cometendo autolesão e falando de suicídio", posiciona Iane Nobre, coordenadora pedagógica do Ensino Médio do Ceará.  
Alocado na Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) em Russas, o psicólogo Pedro Magalhães aponta ainda que maior parte dos transtornos está relacionada a problemas com autoestima, falta de suporte familiar, pressões sociais que os jovens recebem tanto da sociedade como da família e da escola. 
"Eles se cobram muito no sentido de ter alta performance para serem melhores em tudo e dar conta de tudo."
Apesar de afirmar que inexiste um perfil de escola mais propício para alunos apresentarem transtornos psíquicos, Pedro alerta para o risco de unidades educacionais com estímulos de competição entre estudantes e sem abertura para o diálogo poderem apresentar mais casos.
Leia mais no Jornal O Povo 
Postado por Tadeu Nogueira às 11:23h

Nenhum comentário: