quarta-feira, 11 de setembro de 2019

CAMOCINENSE É ELEITO DIRETOR DA ESCOLA DE ENFERMAGEM DE MANAUS

O Camocinense Esron Soares Carvalho Rocha, de 54 anos, foi eleito Diretor da Escola de Enfermagem de Manaus, da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).  
Ele será empossado nesta sexta-feira (13), às 15h, para o quadriênio 2019-2023.  
O Professor Esron Rocha será o 15º diretor da Escola de Enfermagem desde sua fundação em 1949.
Nascido em Camocim no ano de 1965, Esron estudou no antigo Colégio João Ramos. Seguiu para Sobral, onde cursou o extinto "Segundo Grau" e fez Enfermagem na Universidade Vale do Acaraú (UVA). Seu primeiro trabalho foi na Santa Casa de Sobral, onde ficou até 1990. De lá partiu para Manaus.  
Esron é Doutor em Ciência na área de concentração Enfermagem na Saúde do Adulto pela Universidade de São Paulo (2016), Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas (2007), Especialista em Saúde Pública com ênfase em Saúde Indígena pela Universidade Federal do Amazonas (2000). 
Atualmente é professor adjunto III da Universidade Federal do Amazonas, nas disciplinas Saúde Coletiva, Saúde Indígena e Estágio Curricular I (módulo rural), Coordenador estadual no âmbito da Ufam do Programa de Acesso e Melhoria da Qualidade – PMAq, Coordenador Pedagógico do curso de Qualificação de Agentes Indígenas de Saúde, Agente Indígena de Saneamento no Alto Rio Negro e Professor Permanente do Mestrado Profissional em Enfermagem da Ufam. 
E não para por aí. Esron é Presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn/Amazonas, gestão 2013–2016 e 2016–2019), Membro Titular da Comissão Intersetorial de Saúde Indígena (CISI), Avaliador ADOC da Revista Latino América de Enfermagem e Revista Brasileira de Enfermagem (REBEn), Presidente do 71º Congresso Brasileiro de Enfermagem 2019 e Coordenador da Telesaúde Indígena no âmbito da Ufam.  Foi também Coordenador do Programa de Pós-Graduação Latu Sensu do Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane (Fiocruz). 
Tem experiência teórica e prática na área de Enfermagem na Atenção Primária e Saúde Indígena. Sua produção cientifica tem dado ênfase a temas como saúde indígena, etnografias de práticas sanitárias, controle social em saúde, Saúde da Família e Avaliação de Políticas e Programas de Saúde.
Em rápida entrevista ao blog, Esron disse que costuma matar a saudade de Camocim e de seus familiares durante as férias. Sobre suas conquistas em uma terra tão distante, ele ressaltou, em mensagem dirigida aos jovens de Camocim, que não há limites para quem persevera e acredita em si mesmo. 
Postado por Tadeu Nogueira às 12:23h
Com informações adicionais da UFAM

5 comentários:

Unknown disse...

Esron filho do casal Antônio Soares e Ferreira meus tios conhecido como toinho da malária ainda lembro das brincadeiras quando agente era criança Saudades primo Parabéns

Unknown disse...

Um profissional de excelência parabéns por mais essa conquista vc foi um ótimo professor. Tive o privilégio de ser sua aluna

Unknown disse...

Que alegria meu amigo!!!! Conheço sua luta de perto. Sucessos!!!!!

Suze Mary disse...

Um dos maiores exemplos de docentes de enfermagem que conheci, tive o privilégio inclusive de tê-lo como orientador do meu TCC pela Uea!! PARABENS MEU AMADO E ADMIRÁVEL MESTRE VOCE MERECE

Unknown disse...

Meu cunhado é um professional e muito competente.um exemplo pra seus familiares e amigos conterraneos