sexta-feira, 27 de setembro de 2019

SEM APOIO, ISMAEL SOFRE GRANDE PERDA POLÍTICA

O Vereador Dr.Ismael Pinheiro (PDT), membro da oposição de Camocim, atualmente rachada entre a terceira via, sob domínio do deputado Romeu Arruda e o grupo da Tijuca, liderado por Chico Vaulino, tem sido desprezado por ambos os lados. 
Romeu não teria cumprido o "acordo" fechado para tê-lo em seu grupo. Já Chico Vaulino, esse adota a distância sempre que seu nome é cogitado para vice de Euvaldete em 2020. 
Ismael chegou a lançar-se vice em plena sessão.  
Foi um fiasco. A recíproca não foi verdadeira. Chico e Euvaldete ignoraram sua fala e adotaram o silêncio como resposta. Para piorar, o Vereador Marcos Coelho, orientado por Vaulino, jogou a pá de cal: "Dr. Ismael não preenche o requisito de lealdade e fidelidade".
Prestigiado apenas nas redes sociais da oposição, mas somente quando o Camocim Online toca nesse tema, na vida real, Ismael contabiliza, além da humilhação, perdas em seu staff.   
E a mais recente foi grande. Um de seus maiores apoiadores, também profissional da saúde,  considerado seu braço direito, deixou seu barco, que já quebrou o leme, para retornar ao grupo da situação. 
Dizem que masoquismo tem limite. Qual será o limite do Doutor? 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:22h

Um comentário:

Não disse...

Se ele não preenche ninguém preenche.