quarta-feira, 30 de outubro de 2019

JORNAL O POVO REPERCUTE AS ÚLTIMAS MARÉS EM CAMOCIM

Alimentados por vídeos e fotos feitos pela população, jornais da capital cearense têm repercutido as últimas grandes marés de Camocim. Nesta terça-feira (30) fomos entrevistados sobre o tema pelo Jornalista Wanderson Trindade, do Jornal O Povo.
Segue abaixo a matéria publicada hoje:  
A maré alta fez o mar avançar sobre parte da orla de Camocim, no fim da tarde dessa segunda-feira, 28. 
As águas do Porto das Balsas chegaram a alcançar o calçadão e a avenida Beira Mar, no bairro Praia. Relatos vão na linha de que o fenômeno já aconteceu outras vezes neste mesmo período do ano.
De acordo com o site Tábua de Marés, às 17h57min dessa segunda, as ondas no local chegaram a 3,3 metros, índice considerado “muito alto”. A intensidade chamou a atenção de algumas pessoas que gravaram a situação.
Blogueiro do Camocim Online, Tadeu Nogueira disse que o fenômeno é comum nessa época do ano. 
Tanto é que têm vezes que turistas tomam banho no próprio calçadão mesmo”, relatou. Mas agora, “a maré subiu muito”, declarou, conforme indica a Tábua de Marés.
Questionado se há prejuízos na cidade devido ao avanço do mar, ele contou que o que fica mais evidente é a deterioração das calçadas após a passagem da água. 
Daí as pessoas que fazem caminhada precisam mudar o trajeto e a Prefeitura de Camocim tem que repor os danos”, comentou. Leia mais no Jornal O Povo

Um comentário:

Wellington Menezes disse...

Bom dia, gostaria de sugerir que fosse feita pelo poder publico ou iniciativa privada um mini outdoor na beira mar com a tábua de marés do mês e fosse trocado todo mês, isto ajudaria os turistas e motoristas que seguem pela praia, os pescadores e a população em geral que poderia prever como a maré vai estar seja para ir a praia ou passear pela beira mar. Gostaria de sugerir também que fosse feito um mastro no mirante da beira mar onde fosse colocado uma bandeira verde para mar tranquilo, vermelha para mar agitado e outra cor para mar um pouco agitado a fim de orientar melhor os pescadores quando estiverem passando pela boca do rio em direção ao mar. E o mais importante evitar que os órgãos de imprensa de fora de Camocim denigram ainda mais a imagem da cidade bem como da Marinha que ontem foi citada como se tivesse alguma responsabilidade pela maré alta.
Respeitosamente
Wellington Menezes
(88) 99630-3951