segunda-feira, 25 de novembro de 2019

QUEM SE HABILITA? MACEIÓ JÁ MERECE UM POSTO SALVA-VIDAS

Não apenas em Camocim, mas no Brasil de forma geral, até que um projeto da iniciativa pública se transforme em realidade, mesmo tendo relevância, a distância é grande.
Para encurtar essa lamentável realidade propiciada pela burocracia e, algumas vezes, pela ausência de vontade de fazer, entra a figura da iniciativa privada, setor em que as coisas acontecem com mais celeridade. 
Pois bem, já é chegada a hora da Praia do Maceió, destino turístico que encanta cada vez mais brasileiros e estrangeiros, contar com um Posto Salva-Vidas. Seria mais segurança para os banhistas. 
Caso a Prefeitura de Camocim não queira listar isso como prioridade, a iniciativa privada, através de uma ou mais empresas, que contariam com retorno publicitário por meio da exposição de suas logomarcas, poderia bancar a ideia construindo um posto ecológico, todo em madeira (foto), como fez a WOA Empreendimentos Imobiliários, em Florianópolis.  
Em contrapartida, no caso de Camocim, a administração municipal colocaria os guarda-vidas. Enfim, basta querer fazer! Quem se habilita?   
Postado por Tadeu Nogueira às 11:18h

2 comentários:

Leonor disse...

Considero a proposta ótima e necessária. Com o intuito de enaltecer e enfatizar tal proposta, podemos mencionar a recorrência de afogamentos em Camocim.
Me corrijam se eu estiver errada: já houve afogamento na Praia de Maceió. Procede?

Leonor disse...

Considero a proposta ótima e necessária. Com o intuito de enaltecer e enfatizar tal proposta, podemos mencionar a recorrência de afogamentos em Camocim.
Me corrijam se eu estiver errada: já houve afogamento na Praia de Maceió. Procede?