quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

CASO DE SUSPEITA DE CORONAVÍRUS EM SOBRAL

Seis amostras de secreção do paciente com suspeita de coronavírus no Ceará seguem nesta quinta-feira, 30, para análise nos laboratórios da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. 
O caso do morador de Sobral, que passou três meses viajando pela China, é uma das nove situações investigadas pelo Ministério da Saúde no Brasil.
De acordo com Regina Carvalho, secretária da Saúde de Sobral, o caso do paciente de 40 anos de idade está sendo tratado com o "excesso de zelo" que a situação exige, mas sem pânico. 
O paciente está em uma ala de isolamento no Hospital Regional do Norte (HRN). Ele esteve recentemente na China.  
Quando o rapaz chegou ao Hospital da Unimed de Sobral, na manhã de ontem, apresentava um quadro de tosse, coriza e uma suposta febre. "Depois de atendido, verificou-se que a temperatura do corpo era de 36.1, normal. E seu estado era estável, tendo sido transferido para o HRN por protocolo epidemiológico", explica Regina Carvalho.
A gestora afirma que o paciente não está tomando medicação para evitar que se mascare os supostos sintomas do coronavírus. Além disso, sete pessoas que tiveram contato direto com o técnico em energia eólica estão sendo monitoradas. Dois adultos, um jovem e três crianças.
Segundo Regina Carvalho, pessoas que estiveram no mesmo ambiente que o paciente não precisam se desesperar. Caso apresentem infecções respiratórias agudas, febre e tosse com secreção devem ir ao médico para avaliação. 
Postado por Tadeu Nogueira às 09:20h
Com informações do Jornal O Povo 

Nenhum comentário: