domingo, 26 de janeiro de 2020

COMO PLANEJAR AULAS PARA ALUNOS COM AUTISMO

De acordo com o mais recente Censo Escolar divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Brasil registrou, no intervalo de um ano, aumento de 37,27% no número de alunos com transtorno do espectro autista (TEA) matriculados em classes comuns. 
São 105.842 crianças e adolescentes com autismo estudando em escolas regulares – números de 2018. 
É um cenário considerado positivo do ponto de vista da educação inclusiva, mas que envolve o desafio de garantir uma aprendizagem significativa ao aluno com TEA, principalmente ao professor, que precisa repensar métodos e adquirir novas habilidades para desenvolver aulas inclusivas.
Uma situação comum entre professores que recebem pela primeira vez em sala de aula um aluno diagnosticado com TEA é a sensação de não estarem preparados para essa nova situação. Leia mais AQUI
Postado por Tadeu Nogueira às 11:05h

Nenhum comentário: