sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

PROJETO QUER LIMITAR "SOM ALTO" EM TEMPLOS RELIGIOSOS

Igrejas e templos religiosos podem ter um limite de propagação sonora estabelecido por lei federal. 
Atualmente, muitos estados e municípios já limitaram o volume máximo durante cultos, missas e celebrações, mas o projeto pode unificar as regras para todo o território nacional. 
O texto prevê que as medições da propagação sonora sejam feitas pelas autoridades ambientais acompanhadas por representantes indicados pela direção do local.
O projeto também prevê indenização ou reparo a danos causados ao meio ambiente e a terceiros. O Ministério Público da União e os dos Estados terão legitimidade para propor ação de responsabilidade civil e criminal por danos causados ao meio ambiente.
Caso o projeto vire lei, muitos Camocinenses irão comemorar. Espera-se que não com foguetes. Tem gente na cidade que já cogitou mais de uma vez mudar de endereço por ser vizinho de igreja que não respeita de forma alguma o sossego alheio.  
Postado por Tadeu Nogueira às 07:39h
Com informações da Agência Senado 

2 comentários:

Maria disse...

Nossa! Parabéns para quem apesentou esse projeto. Tomara que seja aprovado.

sousa disse...

Parabéns para quem apresentou esse projeto gostaria também que fizesse um projeto para limitar ou abominar sons residenciais vizinho que simplesmente colocam som na calçada ou em seu quintal e usa em volume máximo, muitas vezes com músicas insanas e imorais , perturbando o sossego de quem quer simplesmente "sossegar" . Ficaria eternamente grato.