sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

GOVERNADOR DE RO MANDA RECOLHER CLÁSSICOS DA LITERATURA

O governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, "bolsonarista" da cabeça aos pés, ordenou nesta quinta-feira, 6, que fossem recolhidos dezenas de livros das bibliotecas das escolas, entre eles clássicos da literatura brasileira como Macunaíma, Agosto, Os Sertões e Memórias Póstumas de Brás Cubas. 
A alegação era de que as obras tinham “conteúdos inadequados às crianças e adolescentes”. O governo chegou a negar a existência do documento que pedia o recolhimento, mas depois, diante da indignação popular, mandou "abortar" o procedimento e passou a alegar que o secretário de educação não o assinou. 
O Estadão teve acesso ao memorando no início da tarde, que incluía uma lista com 43 livros brasileiros e estrangeiros que deveriam ser “entregues ao Núcleo do Livro Didático” da secretaria estadual da educação. 
Lá vou eu: Devagarinho o governo está mostrando o que deseja implantar no país. Se não continuar havendo reação, ele vai conseguir. Lembrei da fogueira de livros feita uma certa época por um tal Adolf Hitler. 
Postado por Tadeu Nogueira às 08:55h
Com informações do Estadão 

Nenhum comentário: