terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

IMPOSTO DE RENDA: TODO CUIDADO É POUCO AO DECLARAR

O período de entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) de 2020 está se aproximando. Inevitável para alguns, a chamada “mordida do leão” para este ano é obrigatória apenas para quem recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado. 
É obrigado a declarar quem também recebeu valores isentos de tributos com quantia superior a R$ 40 mil. 
Em razão da sua proximidade, especialistas recomendam a preparação da documentação antecipadamente para que não haja dificuldades durante a entrega da declaração. O prazo final para a entrega dos documentos vai até abril. 
Segundo Edemir Pereira, da Valmir Andrade Contabilidade, é imprescindível que os valores informados estejam de acordo com os comprovantes. Isso evita que o contribuinte caia na chamada “malha fina”, gerando pendências na restituição. 
O calendário oficial será divulgado apenas no fim de fevereiro no site da Receita Federal.
Informação colaborativa de Valmir Andrade Contabilidade (Rua Santos Dumont, 405, ao lado da Agência da Capitania dos Portos). Contato: 3621-6717

Um comentário:

Jrodrigues disse...

Como uma pessoa fisica declara imposto?