sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

MOTIM NO CE: JUSTIÇA MANTÉM PRISÃO DE POLICIAIS DESERTORES

A prisão dos 43 policiais militares (PMs) que estão detidos por crime de deserção foi mantida pela Justiça. 
O flagrante dos respectivos policiais foi convertido em preventiva, nesta quinta-feira, 27, durante audiência de custódia. A decisão é da 17ª Vara Criminal de Fortaleza, Vara de Audiência de Custódia, por meio do juiz Roberto Soares Bulcão Coutinho. 
Conforme a decisão, o procedimento inicial mostra que no dia 21/02/2020, por volta das 9 horas, alguns policiais policiais militares, dentre eles os autuados, deixaram de se apresentar para o embarque da Operação Carnaval 2020.
Conforme a decisão, a situação gerou consequências severas para toda a população, como o crescimento dos homicídios e a mudanças da economia, resultando ainda no cancelamento dos festejos em vários municípios cearenses. 
"Vislumbra-se, outrossim, que a liberdade dos representados indica séria ameaça à ordem pública e à paz social pelo possível cometimento dos crimes apontados e outros crimes graves", diz o documento.
A decisão deve ser revista, a cada 90 dias, para análise da necessidade da manutenção da prisão preventiva, sob pena de se tornar ilegal.
Postado por Tadeu Nogueira às 08:42h
Com informações do Jornal O Povo

Um comentário:

Camocinense disse...

Vai resolver muita coisa assim. Cada uma. Retaliação só piora e aumenta a revolta dos policiais. Governador não tem vergonha de valorizar essa classe tão merecedora. Sou da construção civil e apoio sim esse movimento. Não se pode recuar pro governo. Uma hora esse governador babaca vai ceder e valorizar os policiais do estado.